Melhor aprovação de Bolsonaro é ponto para Rogério Marinho

Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional Foto: Veja

Uma queda de 10 pontos de rejeição em momento de pandemia, desaceleração econômica, prisão de Queiroz e 100 mil mortes para conta , o presidente Jair Bolsonaro nunca esteve tão bem na aprovação popular.

Nunca teve rejeição tão baixa desde que assumiu a Presidência da República em janeiro de 2019.

E isso tem muito a ver com a pauta de um potiguar, o ministro Rogério Marinho (Ministério do Desenvolvimento Regional).

Foi ele que convencer Bolsonaro a dar uma guinada mais a esquerda, com olhar mais social, desagradando o que sempre pretendeu o ministro Paulo Guedes com sua pauta liberal de poucos resultados político-eleitoriais.

Na queda de braço  entre Guedes e Marinho, Bolsonaro tem um argumento difícil de contestar na manga; os números do  Datafolha.

No governo, o clima é o seguinte:

Paulo Guedes se sente traído, porque acha que levou Rogério  Marinho para o governo, quando o ex-deputado perdeu o mandato, e ele, depois de virar ministro, voltou-se contra Guedes.

Outros ministros contam que Bolsonaro e Marinho se aproximaram muito e têm se encontrado toda semana. O presidente gosta do que ouve e quando vai falar com Guedes recebe a informação de que aquilo é impossível.

1 Pessoa comentou
Cp

Guedes deve ser preso. Bandido de marca maior

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.