Jornalismo com ética e coragem para mostrar a verdade.

julho 7, 2024

BATENDO PERNA POR AÍ – Petrolina/PE

Nadja Lira – Jornalista • Pedagoga • Filósofa Sair de Natal a Petrolina (PE) é bastante cansativo uma vez que são 18h de viagem.

Nadja Lira - Jornalista • Pedagoga • Filósofa

Sair de Natal a Petrolina (PE) é bastante cansativo uma vez que são 18h de viagem. Mas o sacrifício vale à pena, porque a cidade é maravilhosa, cheia de atrativos encantadores e nem parece uma cidade de interior. De tão bem estruturada, Petrolina é conhecida como a Capital do Interior Pernambucano.

HOSPEDAGEM – Para hospedagem, escolhemos o JB hotel, localizado na rua Olímpio Virgílio, 88 - Centro, Petrolina – Telefone: (87) 2101-3777. O hotel é moderno fica no centro comercial da cidade e está a 1 quilômetro do rio São Francisco. As acomodações comportam até três pessoas e disponibilizam wifi grátis. Diária estimadas em R$ 300,00.

Os hóspedes que chegam à tarde, são recebidos com chás, cafés e sucos acompanhados de bolos e biscoitos. O café da manhã é muito bem servido oferecendo uma variedade de frutas, sucos, pães, bolos, tapiocas e as tradicionais comidas regionais. O refeitório é amplo e deste ambiente o turista tem uma visão panorâmica privilegiada da cidade e do rio São Francisco.

PASSEIOS – Nosso primeiro passeio foi a bordo de um barco – Vapor do Vinho – que nos levou a navegar pelas águas do Velho Chico. O passeio dura em média 7h e tem o almoço incluído. A comida e o serviço de bordo são excelentes. Durante o percurso, o guia vai falando sobre o potencial econômico e turístico da cidade de Petrolina, até chegar à Prainha, onde o barco faz uma parada para banho. Antes do almoço, o barco oferece petiscos e vinho produzido na região. O preço das garrafas varia de R$ 39,00 a R$ 300,00.  

Saindo do barco, conhecemos a Vinícola Terra Nova, onde soubemos da história da fabricação dos vinhos. Somos convidados a saborear algumas das marcas expostas para venda. Os preços são acessíveis: em média R$ 30,00.

BODÓDROMO – É um complexo gastronômico especializado em carne de bode – o verdadeiro sabor do sertão pernambucano. O local é formado por uma grande variedade de bares e restaurantes, cujo prato principal é feito a base da carne de bode. Durante o período junino, o lugar foi ornamentado com decoração típica, oferecendo música regional para os clientes. O Bodódromo fica na Av. São Francisco, Areia Branca e fica aberto todos os dias para almoço e jantar.

IMPERDÍVEL – Estando em Petrolina não se pode deixar de conhecer o Restaurante Cantinho da Ilha. Lugar super agradável, com decoração rústica lembrando as coisas típicas do Nordeste. Localizado às margens do rio São Francisco, o lugar é amplo, tem bastante mesas, mas o atendimento é lento. O cardápio oferece uma variedade de petiscos e pratos regionais, com preços justos. Uma refeição com carne de sol, por exemplo, custa R$ 120,00 e serve bem a quatro pessoas. O lugar tem música ao vivo e oferece um redário para quem quiser tirar um cochilo após o almoço. Vale a pena conhecer.

JUAZEIRO – Uma vez em Petrolina não se pode deixar de conhecer o Juazeiro da Bahia. Afinal, basta atravessar a ponte ou fazer uma travessia de barco. A viagem dura apenas 20 minutos e custa R$ 2,50. O passeio é rápido e se concentra na avenida Bossa Nova, onde existe uma estátua do filho ilustre da terra: o cantor e compositor João Gilberto. O lugar ainda mantém o primeiro barco a vapor, que navegou pelas águas do Velho Chico (foto abaixo). Hoje, o barco serve somente como ponto de visitação, sendo utilizado pelos turistas, para fazer fotos de recordação.

Uma resposta para “BATENDO PERNA POR AÍ – Petrolina/PE”

  1. Carlim d'Bee disse:

    👍👏✊️