Um sonho acalentado

Crisólita Thé Bonifácio – 02/05/1998

Quando criança, Manuela ficava horas a imaginar como seria o convívio com a família que nunca conhecera. Sonhava acordada com aquela que morrera ao lhe dar à luz, mas que esperava chegar a qualquer momento, como havia prometido a tia Filomena, que a criava.

Seu pai, após irreparável perda, ganhara o mundo na ilusão de assim esquecer o motivo de tanta dor.

O tempo passou e Manuela tornou-se uma linda jovem, mas infeliz. Sempre alimentou o doce desejo de conhecer os pais. Irmãos , não tivera.  A família, para ela, era como um tesouro inatingível. Muito estudiosa e amiga de seus colegas, o que muito agradava à tia pois assim Manuela não se sentia só, embora ela cumulasse  de atenção e carinho.

Então, aconteceu o inesperado. Conheceu um rapaz que a deixou enamorada. Foi um amor à primeira vista. E melhor, ficaram mutuamente apaixonados.

Manuela e Tibério passaram a namorar e logo sentiram que seria impossível viverem longe um do outro. Marcaram o casamento. Foi um alvoroço! Tia Filomena não sabia se chorava ou sorria diante da felicidade da sobrinha que amava como a uma filha.

Após alguns meses, chegou o “grande dia”. Manuela acordou cedinho e ficou na cama vivendo, antecipadamente, a realização do casamento.

Ao cair da tarde, os noivos encontraram-se diante do altar. Ela, vestida com um  belíssimo vestido de cor marfim, parecia uma princesa de conto de fadas. Ele, visivelmente nervoso, estava elegante e belo. Tia Filomena, emocionada, se desfazia em lágrimas com a felicidade de Manuela e Tibério, a quem já aprendera a amar.

Após nove meses de casados, a cegonha lhes trouxe uma linda menina e Manuela pode ter, enfim, a família que tanto desejou.

2 Pessoas comentaram
ANA

Gostei, não conhecia, essa Crisolita The Bonifácio é um gênio sou sua fã

Crisolita THE Bonifacio

Fiquei emocionada ao reler essa história! ZE, OBRIGADA.PELA DIVULGACAO DESSE SIMPLES TRABALHO. VOCE É DEMAIS!

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.