Secretaria de Educação e Cultura de Monte Alegre cadastra grupos culturais para aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Monte Alegre está cadastrando artistas, escritores, bandas, artesãos, profissionais da fotografia, tv e radiodifusão e grupos locais que tenham interesse em participar da programação cultural da cidade.

O cadastro tem como principal objetivo, além da criação de um banco de dados, conhecer e mapear o campo cultural do município, expondo e valorizando a nossa cultura local e abrindo espaço para que novas atrações participem de futuras programações culturais na cidade.

Esse material também servirá de base para a formulação de políticas públicas de cultura e permitirá mais transparência nos investimentos públicos no setor cultural. O banco de dados também auxiliará na aplicação dos recursos da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural no Município de Monte Alegre.

Cada cadastro passará por avaliação e posteriormente será validado por comissão. Para realizar o cadastro, acesse: https://forms.gle/PsCkqhc9M2Jvqmt1A

SÃO GONÇALO DO AMARANTE

Em São Gonçalo do Amarante, foi iniciado o cadastro de artistas e espaços culturais para o município ser beneficiado com os recursos da Lei Aldir Blanc

Após aprovação e sensação da Lei Emergencial da Cultura, a Lei Aldir Blanc, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, por meio da Fundação Cultural Dona Militana (FCDM), disponibilizou formulário para coletar informações e criar um cadastro dos trabalhadores da cultura no município. O banco de dados tem a finalidade de auxiliar os repasses dos benefícios.

Para realizar o cadastro, basta acessar o endereço saogoncalo.rn.gov.br/cadastrocultural, preencher o formulário com as informações solicitadas e fornecer um link para o currículo. Segundo a presidente da FCDM, Miris de Oliveira, “é importante que os artistas e espaços culturais façam o cadastro e se adaptem às novas realidades do cenário artístico”

“Esse cadastro vai atualizar dados, mapear espaços culturais e criar direcionamentos para o nosso calendário cultural, que hoje teve que ser adaptado em decorrência da pandemia”, disse.

SÃO JOSÉ DE MIPIBU

A secretária Municipal de Cultura, Mariana Dantas, em contato com o blog O ALERTA declarou “está formalizando o Conselho Municipal de Cultura (ainda não é formado), e só depois irá definir as estratégias de recebimento e aplicação dessa ajuda emergencial para a cultura do município.

Essa é uma oportunidade que teremos de ajuda federal, uma vez que a cultura local é desenvolvida com recursos próprios da prefeitura. Ainda estamos analisando a Lei  Aldir Blanc.”

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar o tópico.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.