Rede Municipal de Ensino só inicia ano letivo de 2021, em final de março

A secretária Municipal de Educação de São José de Mipibu, professora Lúcia Martins, encaminhou nota ao blog ALERTA informando que “a previsão para o início do ano letivo de 2021, na Rede Municipal de Ensino, somente aconteça de forma semipresencial, a partir do dia 29 de março”.

Segundo a nota, “a Secretaria Municipal de Educação,  junto ao Comitê da Educação de Enfrentamento da Pandemia  da Covid-19, seguem fazendo o planejamento para um retorno seguro para alunos e profissionais da educação .O nosso Plano de Retomada das atividades presenciais, já foi concluído e aprovado pelo Comitê”. 

ENQUANTO NÃO VOLTA

A aquisição de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), algumas adequações nas unidades escolares e licitações, encontram-se em andamento.Lúcia Martins, informa que “Nos meses de fevereiro e março, trabalharemos remotamente para concluir o ano letivo de 2020. E para conclusão do ano letivo de 2020, o retorno das aulas, de forma remota, está previsto para o dia 1º de fevereiro”,

A nota conclui: “A previsão é que o início do ano letivo de 2021, aconteça de forma semipresencial, a partir do dia 29 de março. Tudo dependerá do quadro epidemiológico do nosso município,  que continuará sendo avaliado, pelo nosso Comitê”.

Rede de Ensino Estadual

A previsão da Secretaria Estadual de Educação é que as aulas da rede pública sejam retomadas em fevereiro, no Rio Grande do Norte. No entanto, menos de uma semana antes do prazo, ainda há uma série de impasses sobre o assunto.

Diretores afirmam que falta estrutura necessária para garantir a estrutura sanitária mínima para professores e estudantes nas instituições durante a pandemia.

Já o sindicato diz que os educadores não vão voltar ao trabalho presencial antes de serem vacinados. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte diz que os profissionais só querem voltar ao trabalho presencial após a categoria estar vacinada contra a Covid-19. O assunto foi discutido durante reunião com o governo nesta terça-feira (26).

“Nós vamos manter a posição dos profissionais não assumirem as salas de aula sem imunização. Nós deixamos lá compreendido de que poderemos iniciar sim o ano letivo no dia 1º, mas com aulas remotas e não aulas presenciais”, afirmou a coordenadora-geral do sindicato, Fátima Cardoso.

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar o tópico.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.