Nísia Floresta é primeiro município a ter plano de ação da Lei Aldir Blanc aprovado

Rendeiras de Nísia Floresta – Foto Daltro Emerenciano

O município de Nísia Floresta saiu na frente como primeira cidade do Rio Grande do Norte a ter aprovado o plano de ação para receber os recursos da Lei de número 14.017/2020, conhecida como Lei Aldir Blanc, que vai destinar uma verba emergencial exclusivamente para a cultura em território nacional. O plano foi aprovado pelo Ministério do Turismo nesta quarta-feira.

O município receberá a parcela única de R$ 217.634,21 reais no dia 11 de setembro através da plataforma Mais Brasil, de convênios do governo federal. 

Coordenado pelo secretário de cultura Alberto Alexandre, o plano de ação teve a consultoria da produtora cultural Danielle Brito. Do montante investido, 20% será para editais e o restante para apoio à instituições culturais com atuação comprovada na cidade. De acordo com os gestores, serão contempladas áreas importantes da cultura florestense, como o artesanato das rendeiras de alcaçuz, as culturas populares como boi de reis e quadrilhas, cultura afro-brasileira, museus, literatura e esculturas.

Nísia Floresta, antiga Papari, possui 22 239 habitantes e é famosa pelo camarão, belas praias e lagoas e por ser a cidade natal da ilustre escritora e educadora Nísia Floresta. O município faz parte dos municípios da Grande Natal e atualmente é administrada pelo prefeito Daniel Gurgel Marinho Fernandes (PSDB).

 O Rio Grande do Norte deverá receber 59 milhões da Lei Aldir Blanc, sendo 32 milhões para o Governo do Estado e 27 para os municípios, percentualmente de acordo com população e IDH.  Esse montante, entretanto, tem prazo para ser utilizado, até 31 de dezembro, senão terá de ser devolvido para a União. (Por Cinthia Lopes)

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar o tópico.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.