Deputados vão entregar a Câmara Federal ao presidente Jair Bolsonaro

Centrão poderá vir a mandar de novo, com eleição de Arthur Lira (PP)

Caso a rachadinha do deputado Arthur Lira, líder do PP, investigada e momentaneamente deixada de lado pela justiça amiga, atrapalhe o projeto do presidente Jair Bolsonaro de fazê-lo presidente da Câmara, o Palácio do Planalto já tem plano B:

É a ministra da Agricultura Tereza Cristina, que reassumiria sua cadeira no legislativo para entrar na disputa.

A ministra é daquele modelo ‘obediente’ que Bolsonaro gosta e precisa para transformar a Câmara dos Deputados em um gabinete do Palácio do Planalto.

Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina

Com muito menos poder, claro, quando a Câmara é exatamente o contrário: sem o poder do legislativo o executivo não funciona.

Mas boa parte dos deputados está entregando a Câmara a Bolsonaro.

O Republicanos, da noite para o dia, trocou o apoio a Rodrigo Maia para se integrar ao projeto do presidente mandar na Câmara.

No Rio Grande do Norte o Republicanos é comandado pelo deputado Benes Leocádio.

O que fez o partido se entregar a Bolsonaro?

Ah..

O mesmo que partidos como o PMDB sempre se entregaram a Dilma, Lula…

Bolsonaro só está fazendo igual aos que sempre combateu e prometeu fazer diferente. (do blog Thaísa Galvão)

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar o tópico.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.