De volta ao passado… (3)

Eles “fechavam” (como dizia antigamente) a sociedade mipibuense. Era quem ditavam a moda e os bons momentos da juventude local.  Época  das calças boca de sino, da Cuba Libre (uma bebida feita à base de rum, coca cola e limão),  dos conjuntos musicais The Jedson’s, Zíngaros, Impossíveis, Impacto 5, Sui Generis, Banda Notáveis, Apaches, Banda Feras, entre outros, que animavam as festas na Associação Esportiva Mipibuense, de saudosa memória. Esses jovens  de São José de Mipibu  frequentavam as praças,  nos  fins de semana, para“paquerar”. Da esquerda pra direita: Raimunda Frutuoso, Vera Cavalcanti, Nívia Monteiro, Fátima Andrade, Núbia Monteiro, Edilson(Didi) Avelino e Lúcia Amaral. A foto foi feita diante da centenária Escola Estadual Barão de Mipibu, na época “Grupo Escolar”, em um ano (desconhecido) da década de 70. Lá se vão mais mais de 40 anos. Saudades… (Foto do arquivo da professora Lúcia Amaral)

1 Pessoa comentou
Didi Avelino

Essa fotografia tem um imenso significado pra mim do ponto de vista histórico-afetivo. Num simples click ficou registrado um tempo em que compartilhávamos o melhor da nossa juventude. Éramos a sintese de uma felicidade ingênua e singela, onde nossas preocupações se resumiam em estudar e festejar a vida ! Tive a sorte de ser contemporâneo dessas mulheres queridas, maravilhosas, com as quais vivi momentos inesquecíveis… Bailes na saudosa Associação Esportiva Mipibuense, passeios à Lagoa do Bonfim, jogos no Arsenal e na quadra do Centro Social, serenatas, soirée na casa de Zé Amãncio, enfim, nosso cardápio de lazer era maravilhoso e diversificado.
Os anos se passaram, as responsabilidade foram surgindo e cada um de nós buscando as suas realizações pessoais e profissionais.
Hoje, essa foto representa um pouco do que éramos de união, parceria, e, acima de tudo, de uma amizade que transcende o tempo e a distância que por ventura nos tenha afastado, fisicamente. O afeto, a cumplicidade, o amor fraterno, isso encontra-se intacto e bem guardado no tesouro afetivo de cada um de nós. Que Deus, que a vida, nos permita e proporcione novos encontros, outros beijos e abraços fraternais como aqueles dos inesquecíveis Anos 70 !
Doces e incomparáveis lembranças !
Edilson(Didi)Avelino

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.