Bispos do RN decidem manter suspensão das missas presenciais; veja orientações

Será permitida apenas a abertura das igrejas para orações individuais

Os bispos do Rio Grande do Norte emitiram uma série de medidas a serem aplicadas no estado potiguar, em conformidade com o decreto do Governo do Estado publicado na última quarta-feira (17). Dentre as principais determinações está a continuidade da suspensão das missas com participação presencial dos fiéis, sendo permitida apenas a abertura das igrejas para orações individuais. 

O documento foi publicado na noite dessa quinta-feira (18) e é assinado pelos bispos Dom Jaime Vieira Rocha (Arcebispo Metropolitano de Natal), Dom Mariano Manzana (Bispo de Mossoró) e Dom Antônio Carlos Cruz Santos (Bispo de Caicó).

Confira a lista de orientações:  

1. Permanecem suspensas as celebrações com a participação presencial dos fiéis e as missas sejam celebradas de acordo com o já disposto nas medidas por nós emanadas em 06 de março de 2021;

2. Mantenham-se abertas as igrejas, em seus regulares horários de funcionamento, para os momentos de orações pessoais dos fiéis, obedecendo todos os protocolos sanitários, e sejam mantidos, nos dias e horários habituais, os atendimentos individualizados aos fiéis, por parte dos sacerdotes;

3. Mantenham-se em funcionamento as secretarias paroquiais, por meio de teleatendimento e/ou atendimento virtual e – em caráter excepcional – para os casos em que isto não seja viável, assegure-se a possibilidade do atendimento presencial;

4. Serão publicadas, em tempo oportuno, por cada uma das dioceses que compõem a Província, separadamente, informações pormenorizadas acerca das celebrações da Semana Santa, com base nas determinações da Santa Sé e nas Orientações e Sugestões da CNBB;

5. Estas medidas permanecerão vigentes até que seja emitida novas disposições.

Letícia França – Portal da Tropical

1 Pessoa comentou
Aécio Medeiros

Realmente tornam-se necessárias medidas para que sejam evitadas aglomerações nas igrejas durante as celebrações da Semana Santa.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.