A Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro (CAIC) vem lutando pela reforma da escola. Situação é de abandono por parte do Governo do Estado

Escola encontra-se em situação precária e os gestores pedem socorro
Foto Daltro Emerenciano

A Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro (Caic), em São José de Mipibu,  fundada há 26 anos. Durante todos esses anos, nunca passou uma reforma em suas estruturas físicas.  Segundo a gestora da escola, professora Vanúzia Leandro, “foram enviados inúmeros documentos à aos órgãos públicos, entre eles: 2ª Direc e Secretária de Educação e Cultura e nada é executado”.

“Há um processo no Ministério Público da Comarca, desde 2018, bloqueando as contas do Governo do Estado, referente ao repasso para a reforma. Mesmo assim, não houve nenhum um avanço de quando e o que deverá ser feito em relação à reforma da escola. Não obtemos respostas satisfatórias por parte do Governo sobre a atual situação da Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro. Essa luta vem se arrastando por várias gestões, inclusive, foram feitas várias publicações na imprensa local, reportagens nos veículos de comunicação televisivas, rádio e redes sociais além de protestos da comunidade escolar”, fala a gestora.  

SITUAÇÃO PRECÁRIA

“Atualmente a escola passa por uma situação precária nas suas instalações físicas, com problemas recorrentes de infiltrações, falta de pintura, problemas nas instalações elétricas e hidráulicas, sem falar no matagal, em torno da escola”, descreve.

Foto Cedida

“Assim sendo, a atual gestão vem provocando reuniões com as entidades citadas. Equipes de Engenharia do Governo do Estado elaborou planilhas de custeio da obra, mas a escola não teve acesso aos laudos das condições  físicas. Até o atual momento nada foi feito de concreto. A escola permanece sem reforma. Precisamos de uma solução urgente, porque o que era problema há dois anos atrás vem se alastrando, a cada dia.

Foto cedida

 O Governo do Estado tem sinalizado e pretendido construir uma nova escola em novo local, já que o terreno da escola é de propriedade da União. Não queremos reparos e sim uma manutenção geral para manter a integridade, segurança de todos aqueles que estudam ou trabalham nesta escola”, diz a professora Vanúzia.  

Foto Cedida

E conclui: “mesmo assim, continuaremos nessa busca de melhorias da infraestrutura adequada para atender nossos alunos, professores e comunidade escolar. Esperamos que o Governo do Estado tenha um olhar de ação e compromisso com a educação pública e que cumpra com suas atribuições de assegurar e zelar pelo patrimônio público de qualidade.  

A Escola Estadual Hilton Gurgel de Castro (Caic), atende a 646 alunos, nas modalidades de Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Integral e EJA. São 23 turmas, nos turnos matutino, vespertino e noturno, 43 servidores efetivos e sete terceirizados.

2 Pessoas comentaram
Crisolita THE Bonifacio

É lamentável o descaso com tudo que se relaciona com Educação.

Aécio Medeiros

Enquanto o governo não investir pesado em educação o país será sempre escravo do subdesenvolvimento e pobreza.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.