Vergonha Brasil: orçamento de 2022 destinará 5,7 bilhões para financiar 33 partidos políticos e 6,8 bilhões para infraestrutura de todo o país

O Brasil segue fazendo vergonha.

O presidente da República veta um aumento astronômico do fundo eleitoral – dinheiro para bancar eleições – mas combina com o Congresso para derrubar seu veto.

O vergonhoso não é o fundo. É o tamanho do fundo.

Veja a diferença entre a eleição de 2018 e a do próximo anos. Dinheiro do contribuinte usado para eleger candidatos.

São 5,7 bilhões, pasmem: montante para ser gerido por 33 partidos.

Ou seja, dinheiro nas mãos de 33 pessoas (os presidentes dos partidos).

O que é mais vergonhoso: a verba bilionário distribuída entre 33 “donos” de partidos, é um pouco menor do que o orçamento aprovado para a Infraestrutura de todo o país.

FONTE: thaisagalvao.com.br

Compartilhar em:

2 Comentários

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.