Rock Vinho completa 37 anos de resistência em São José de Mipibu

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-227.png

Entre o final de 1984 e começo de 1985, quem não sabia da existência do Rock In Rio estava ruim da cabeça ou não tinha nascido. Naquela época, todos os caminhos levavam à “Cidade do Rock” em Jacarepaguá, espécie de woodstock ensolarado que colocou o Brasil na rota dos shows internacionais. Quem não teve grana para ir até o Rio ver Iron Maiden, Queen, Scorpions, Ozzy ou AC/DC, tratou de fazer sua própria noite roqueira em casa. Foi assim que cinco amigos de São José de Mipibu, contagiados com o nascimento do festival decidiram passar a noite ouvindo os seus melhores vinis, na companhia de um garrafão de vinho. A quilômetros dos decibéis do festival carioca, na cidadezinha histórica da Grande Natal conhecida pelos engenhos centenários, nasceu o Rock Vinho Festival.  

De reunião adolescente até virar um festival, o Rock Vinho passou a acontecer todo ano de forma colaborativa, primeiro com som mecânico e depois com bandas ao vivo e um palco fixo construído em um sítio com a ajuda dos músicos e frequentadores. A exceção de 2020 que não aconteceu por conta da pandemia, o Rock Vinho vai festejar neste final de  2021, 37 anos no calendário alternativo mipibuense. A edição acontecerá no dia 26 de dezembro, no Espaço Rock Vinho, um sítio localizado à rua 15 de Novembro, 532, 624, em São José. As atrações confirmadas são as bandas Jack Black e Side Control – Tributo a Pink Floyd. Ou seja, espera-se muitos covers e releituras de algumas bandas de rock mais importantes do gênero.

O evento conta também com exposições fotográficas, poesia, uma feirinha de arte com venda de bijuterias, cd’s e LP’s, camisetas, além de uma barraca com churrasquinho e bebidas variadas. Vejam alguns momentos dessa festa. O acesso custa R$15,00 e os shows começam as 14h. Só será permitida a entrada com uso de máscara, conforme a legislação sanitária para prevenção da Covid. O tema “uma eterna viagem” também tem a ver com a preferência da turma pelo rock progressivo, embora o festival não privilegie essa vertente.

“Espero que seja uma ótima edição, está todo mundo ansioso pois faz quase dois anos que ninguém se reúne para escutar o som que gosta. O festival sempre foi um evento de muita amizade e no momento mais flexível não podemos nos privar de realizar este encontro”, contou Arinaldo Pessoa, um dos fundadores do Festival e também um abnegado em manter viva a cena que o Rock Vinho ajudou a fomentar.  Ele conta que o evento não recebe ajuda financeira ou apoio do poder público de Mipibu. “Não temos ajuda do município para fazer o festival. Como o Rock Vinho não tem fins lucrativos, a cobrança de ingresso é para pagar a estrutura e cachês das bandas”, conta. 

O Rock Vinho é um encontro de amigos que se reúnem desde 1984 para celebrar a amizade e a música (rock) num espaço mágico no centro da cidade de São José de Mipibu. Depois do Rock Vinho surgiram outros eventos e espaços na região, assim como bandas importantes. Exemplo é o lendário bar A Gruta. “Depois do Rock Vinho quem não conhecia rock começou a curtir. E com o surgimento da banda Hardwind o pessoal começou a fazer música e outras bandas surgiram. O ciclo de amizade entre os músicos aumentou”, lembra.

Mas se o Rock Vinho não tem apoio cultural do poder público, um caso diferente acontece na vizinha Ceará-Mirim, onde ocorre há 30 anos o Festival Maluquez Revisitada, tradicional tributo a Raul. Lá existe até uma lei municipal que institui a semana de agosto dedicada a Raul Seixas.  Outro vizinho da região, Parnamirim também possui uma cena roqueira forte que ainda se mantém no Espaço Nestor Lima.

Para pegar mais informações ou adquirir o ingresso acesse o instagram @Espacorockvinho

Com informação de Cinthia Lopes – Jornalista

Rock Vinho

Por José Alves –

Texto publicado no jornal O Alerta nº 471 – Novembro de 2016

Em 1984, uma turma de jovens se reuniu para se confraternizar ao som de muito Rock e muito vinho. O que, a princípio, era apenas uma brincadeira de amigos, virou um evento anual da cidade de São José de Mipibu – O Rock Vinho.  Assim também o local passou a se chamar de Espaço Rock Vinho (Onde acontecem vários eventos do gênero no decorrer do ano).

            Cada ano que se passa, o evento cresce. Amigo dos amigos dos amigos, familiares dos amigos, enfim… todos marcando presença. De alguns anos pra cá surgiram apresentações de bandas, como Vinil long Play, Iron Slave, Dark Lady, Bee Polar, Hardwind, etc.

Iremos comemorar a união dos amigos rockeiros em grande estilo, ao som de duas bandas progressivas, Side Control e Hardwind. Vamos prestigiar mais um evento do nosso bom e velho Rock’n roll. É só descer a ladeira da rua 15 de novembro, a partir do meio dia.  A tarde  se pode admirar um belíssimo por do sol, diante do Vale do Araraí.  Nos encontraremos por lá!

HISTÓRIA

O evento teve início no dia 31 de dezembro de 1984,  como  proposta de reunir alguns amigos para comemorar a passagem de ano novo e celebrar a amizade.

Segundo Amauri Freire, “o Rock Vinho foi idealizada por Edinho Pastel e mais quatro amigos, em 1984. A reunião dos roqueiros resiste ao tempo. Ao longo de todo esse tempo a “reunião” mudou de lugar três vezes. Começando na casa de Edinho, passando por dois anos, no quintal da casa de “Ciço Papudo” e vindo para o sítio de Arinaldo, na Ladeira da Pituba, onde permanece até os dias de hoje, de onde se vislumbra um dos visuais mais belos dos vales do Trairí/Arara

Nenhum dos envolvidos na época imaginava que tal confraternização iria chegar tão longe. O Rock Vinho chega com a mesma proposta de seus criadores, manter viva a chama da amizade entre um grupo de amigos amantes do bom e velho rock and roll e, é claro, de um delicioso vinho.    (com colaboração e fotos de José Maria Gonçalves)

ALGUMAS FOTOS DO ROCK VINHO, EM ANOS ANTERIORES:

Fotos: Valdeci de Oliveira





Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.