Integrantes do governo Bolsonaro já temem vitória de Lula no primeiro turno

Integrantes do governo Bolsonaro se dizem “desanimados” com a insistência do presidente Jair Bolsonaro em se preocupar apenas com os apoiadores ideológicos – insistindo no negacionismo sobre a vacina, por exemplo – enquanto observam a formação de uma frente ampla no entorno do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Alguns assessores próximos se mostram preocupados, porque o presidente em suas lives, nas quintas-feiras, não divulga obras de seu governo, de grande alcance social em todo o Brasil. Bolsonaro prefere ficar nos debates que não são da responsabilidade direta dele, mas dos ministros das pastas referente aos assuntos atuais da mídia.

A outra grande preocupação desses auxiliares, são os números das pesquisas, todas desfavoráveis ao presidente da República e que a área política vai tentar reverter com mais publicidade das ações do atual governo, principalmente, nas televisões.

O Planalto admite que já há uma preocupação com a possível vitória do ex-presidente no primeiro turno da eleição de 2022. A ordem no governo, agora, é tentar desgastar a imagem da chapa Lula-Alckmin, se ela for oficializada.

Já se percebe o grande número de postagens ,nesse sentido, por meios dos seguidores de Bolsonaro, reenviando vídeos e mensagens, nas redes sociais.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.