Luz de Poesia para Olavo Ataíde

Ao completar um ano da partida de nosso amigo e companheiro Olavo Ataíde para a Eternidade, publico essa homenagem que li. Não me lembro de onde e nem sei o autor(a), por isso peço permissão para publicar e desculpas, por não citar o nome do autor(a). Nossa homenagem por ocasião de um ano de seu falecimento, no dia 18 de janeiro. Dedé do Alerta

“O que falar a não ser sobre a tristeza que fez a tarde chorar, e os amigos se sentirem já saudosos e muito triste pela partida de Olavo Ataíde que se encantou viajando subitamente para a dimensão celestial.

Inicialmente, desejo buscar o fulgor luzente da estrela que decerto transportou Olavo para perto de Deus, ou seja, o adeus que não pode escrever e dá aos seus entes queridos, se fez poema de lumes de quasares e pulsares encantados, e muito amado na essência do espírito, viajou e agora floresce nova missão de lutas de amor junto do eterno Criador.

Ele, Olavo Ataide que nesta dimensão terrena lutou o bom e justo combate em prol de uma sociedade mais justa, igualitária, sem exploração, sem explorados e sem exploradores na luta constante pelo socialismo, como aprendeu na Pastoral da Juventude, lá no tempo que o conheci e nos tornamos amigos e militantes políticos, sempre no bem, na ética, no diálogo e na luta em prol da inclusão social e da democracia. 

Em  outubro de 2019, quando a União Brasileira dos Escritores do Rio Grande do Norte – UBE/RN lançou a Coletânea de Contos e Crônicas – UBE/RN 60 anos, procurei o então chefe de Gabinete do Deputado Estadual Francisco do PT – Olavo Ataíde que articulou a compra de alguns exemplares para nos ajudar o pagamento da impressão da obra literária. 

Lá descobri que Olavo Ataíde, na medida legal do possível, comumente recebia artistas, poetas/escritores e fazedores de Cultura para ajudá-los e incentivá-los nos projetos e ações, além de sua hábil articulação junto ao Deputado Francisco e outros parlamentares para o debate e participação popular em projetos do interesse de diversos setores, incluindo a cultura.

O último contato com o amigo Olavo Ataíde foi de uma forma indireta, intermediada pela minha amiga Poeta/Escritora Maria Maria do Seridó (Maria Maria Gomes), sua prima, que me repassou, isto no início de dezembro/2020, um belíssimo poema de Olavo Ataíde, cujo título é “UNS E OUTROS”, que logo de imediato ao ler, já me surpreendeu pela forma poética ousada e muito inspirada, bem como por descobri a sua verve poética, que acredito que a sua prima também desconhecia. Já de imediato propus a publicação na próxima edição da revista virtual KUKUKAYA Poesias, fato que muito lhe agradou, e que agora mais ainda iremos homenageá-lo, e mostrar o poeta Olavo Ataíde que já poetiza feliz no átrio celeste de Deus.

Eis o que conforta, e aí rogamos aos céus, o conforto espiritual para a família enlutada vencer esses momentos tão difíceis, e ao mesmo tempo deixo a minha solidariedade em votos de pesar, e a certeza de que o bravo companheiro de tantas lutas se tornou luz no firmamento, e o sentimento que aqui plantou fica como legado de afeto ao próximo na busca da igualdade e inclusão social dos mais carentes, e restará sempre a lembrança, a saudade eterna, as reminiscências e legados da luta cotidiana, a presença do bom exemplo, amizade, amor e dedicação, semente da poesia de manhãs de harmonia socialista à vista e agrado de todos nós.

Olavo Ataíde, presente!

Ontem, e agora no sempre lá na luz do céu”.

Compartilhar em:

1 comentário

  • JOSÉ IVAM PINHEIRO disse:

    Escrevi este texto em homenagem ao dileto, e agora saudoso amigo Olavo Ataíde, no dia 18 de janeiro de 2021, com o título de “LUZ DE POESIA PARA OLAVO ATAÍDE”, e publiquei este texto no FACEBOOK (página de Olavo Ataíde). Trata-se de um simples tributo a memória para um ser humano de muita luz que aqui marcou presença na dimensão terrena. Agora, neste exato momento, estou cumprindo mais uma homenagem ao meu amigo Olavo, que era um excelente poeta, e pretendia publicar os seus poemas, e antes de partir, mesmo antes de saber da sua enfermidade, ele nos confiou a publicação de um dos seus belíssimos poemas que será publicado na Revista virtual “KUKUKAYA Poesias – Literatura e Artes Poéticas nº 5, que logo estará na banca virtual da internet, no endereço eletrônico do Portal ARTES POÉTICAS – sítio: http://www.artepoetica.com.br . Como Editor da revista agradeço a família do saudoso amigo Olavo Ataíde. Abraços virtuais fraternos.

    Escritor/Poeta – José Ivam Pinheiro.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.