Em São José de Mipibu: a quem recorrer em caso de um acidente de grandes proporções?

Chuvas alagam casas em Jardim de Piranhas – Foto:Portal do Seridó 360

Uma intensa chuva no fim da tarde desta sexta-feira (14), no município de Jardim de Piranhas, alagou parte das casas localizadas no bairro Santa Cecília. A Coordenadoria de Defesa Civil do RN acionou uma de suas equipes que estava na região Seridó, em Caicó, após ser informada pelo secretário de estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, sobre o alagamento decorrente da chuva intensa que durou aproximadamente uma hora.


O levantamento feito pela Defesa Civil do RN constatou que sete famílias tiveram seus imóveis alagados de forma mais severa, com necessidade de resgate de uma idosa, moradora de um desses imóveis. A ação foi acompanhada pela coordenadoria da Defesa Civil municipal. As equipes voltam aos locais afetados na manhã deste sábado (15) para nova inspeção. A prefeitura, de acordo com a Defesa Civil Municipal, prontificou-se em realocar essas famílias afetadas em outros locais com o custeio de aluguel social.


A gestão municipal receberá orientação dos agentes da Defesa Civil do RN quanto aos procedimentos necessários à eventual necessidade de decretação de situação de emergência por parte do município.

EM SÃO JOSÉ DE MIPIBU: A QUEM RECORRER?

A cada chuva forte, casas do Loteamento São Geraldo, ficam alagadas – Foto: Daltro Emerenciano

Em São José de Mipibu existe uma Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil –  COMPDEC, com o objetivo de executar as ações diretas de proteção e defesa civil.

No entanto, os mipibuenses desconhecem essa Coordenadoria, nem tão pouco, um telefone ou endereço de alguém, que possa ser acionado em caso de uma catástrofe, como, alagamento, incêndio ou desmoronamento.

Em 2014, a Câmara Municipal aprovou um Projeto de Lei, da então vereadora Cida do Paredão, criando a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil no município. O projeto foi sancionado pelo prefeito Arlindo Dantas, através da Lei 1.073/2014. Essa lei foi regulamentada e atualmente, essa coordenadoria encontra-se inoperante.

COBRANÇA

A Verônica Senra (MDB), iria solicitar ao prefeito José de Figueiredo (MDB), informações sobre quem são os membros, onde está instalada e qual o canal (telefone, Whatzapp, e-mail) de contato  com a Coordenadoria de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) de São José de Mipibu.

Para Verônica, ”percebemos que a Coordenadoria está inoperante em nosso município. Muitas pessoas não sabem para quem ligar ou a quem recorrer”. E sugere: “Cabe a COMPDEC municipal criar um canal de comunicação com a população. Um Disk Defesa Civil, por exemplo, que seja amplamente divulgado, inclusive no site da Prefeitura Municipal para que as pessoas possam entrar em contato seja para se orientar, denunciar ou pedir socorro”, diz.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.