Times entram em campo para 60 dias rumo ao desconhecido

Do jornalista Cassiano Arruda Câmara, em sua coluna Roda Viva:

“Agora, é com os profissionais. Depois de muita firula, o jogo finalmente está começando, com os times entrando em campo.

É preciso ter um bom programa para fazer o acompanhamento do todo. Tanto no local, quanto no plano nacional; para entender o que está acontecendo na política brasileira.

No plano nacional o líder nas pesquisas já mudou o discurso e as atitudes, Ele sabe que a definição do jogo no primeiro turno pode depender de um pequeno gesto, uma transigência aqui, uma arrumação ali, e o todo vai tomando forma. E o adversário não permanece parado. Dona Michele não está ocupando uma posição de destaque na campanha do marido, por acaso.

O exemplo mais eloquente, para o quadro – como um todo – ser lido corretamente, e entendido, está acontecendo nesse momento. As estruturas partidárias já não possuem os meios para impor as suas vontades. Existe uma força maior do que qualquer acerto anterior, ou mesmo a vontade da cúpula.

Sem qualquer estímulo explícito, uma chapa começa a aparecer, aqui e agora, especialmente, nos pequenos e médios municípios: – A Chapa FARINHO (Fátima, Governador; Rogério Marinho, Senador).

Chapa que não existe para a Justiça Eleitoral, nem faz parte do que se conhece dos acordos formais.”

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.