Sepultado sob forte comoção, policial civil assassinado no Arenã, em São José de Mipibu

Foi enterrado, com grande comoção, com a presença de familiares, amigos e colegas da Polícia Civil e Militar, na tarde desta sexta-feira (1º), o corpo do agente da Polícia Civil Cláudio Ferreira da Silva, trabalhava na Delegacia de Polícia Civil em São José de Mipibu. Cláudio foi executado no início da noite desta quinta-feira (30), na comunidade Arenã, em São José de Mipibu.

O policial teve sua casa invadida por cinco indivíduos que entraram pela porta dos fundos da residência. Dentro do imóvel, antes de sequestrarem o policial, os homens amarraram a esposa e filho do agente e roubaram os celulares.

Os marginais levaram uma pistola automática e um colete a prova de balas do agente que, antes, teria sido executado num coqueiral distante aproximadamente 500 metros da residência dele. O corpo foi localizado por policiais militares.

Cláudio, conhecido como “Cassinho”, 49 anos, era casado com Maria Lucicleide Paiva da Silva, com quem teve um filho. Irmão do ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu, Clidenor Ferreira da Silva e cunhado da vereadora Verônica Senra.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.