Reclamando de barriga cheia

Mariana Rodrigues Psicanalista e Advogada e, nas horas vagas, cronista

Queijo manteiga ou de manteiga, é um queijo típico do sertão nordestino. Aqui em casa, a gente tem o péssimo hábito de não ter bons dotes culinários.

Um dia, pela manhã, antes que a rotina acordasse, a gente inventou de ligar o fogão pra testar se aventurar na hora do café. O máximo que saiu foi um pequeno Brasil tostado. O gosto estava melhor que a aparência. Qualquer semelhança não é coincidência.

A gente vai se contentando com as árvores do Bosque dos Namorados e esquece que as araras azuis não têm sequer um pantanal como o da novela pra acasalarem em paz. E por falar em paz, vocês dão conta de onde essa senhora se encontra? Acho que o último papo que bati com ela foi no útero de mamãe, e há controvérsias!

Mas pra não fugir do tema da foto, eu sinto até que reclamo de barriga cheia. Falou a mulher que tem um gás de cozinha, uma talha de queijo pra comer durante a semana e um telefone pra bater retrato e escrever nas redes sociais.

O Brasil de verdade, vive sendo grelhado em brasas de diamantes e flambado na arrogância humana que não sabe dividir pra multiplicar. E se é pra continuar nos termos culinários, que tal uma redução de ganância e ignorância pra ver se a gente gratina um pouquinho de felicidade?

Privilégio é ser nutrida de informação, pra não arrotar críticas vazias de Instagram. E foi assim que eu mordi a língua e fotografei um prato de comida.

Compartilhar em:

1 comentário

  • José Olavo Ribeiro disse:

    Belo texto.
    Nosso País nunca se libertou da “casa grande e senzala”.
    A escravidão se propagou de forma sutil para atender os interesses do capital, que só pensa nos seus lucros.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.