Jornalismo com ética e coragem para mostrar a verdade.

junho 23, 2024

Qual a relação entre autoestima e ansiedade?

Maria da Conceição Torres Pereira Psicóloga: CRP-17/5290 A autoestima e a ansiedade dançam uma valsa delicada em nossa mente.

Maria da Conceição Torres Pereira Psicóloga: CRP-17/5290

A autoestima e a ansiedade dançam uma valsa delicada em nossa mente. Quando a autoestima está em alta, a ansiedade muitas vezes se retira para o fundo do salão. Mas quando a autoestima vacila, a ansiedade rapidamente toma a dianteira, lançando dúvidas e medos, afetando negativamente a autoestima.

Uma autoestima robusta funciona como um escudo contra os ataques da ansiedade, proporcionando confiança e resiliência. No entanto, quando a ansiedade toma conta, pode minar lentamente a autoestima, alimentando dúvidas e inseguranças. Pensamentos ansiosos podem minar a confiança em nossas habilidades, levando a uma visão distorcida de nós mesmos e aumentando a autocrítica.

A chave está em encontrar o equilíbrio certo. Cultivar uma autoestima saudável é como aprender a liderar na dança, enquanto aprender a controlar a ansiedade é como dominar os passos mais difíceis. Quando esses dois dançarinos estão em sincronia, podemos navegar pela vida com mais confiança e serenidade.

Portanto, que possamos aprender a dançar essa dança complexa entre autoestima e ansiedade com firmeza e autoaceitação. Que possamos encontrar o equilíbrio delicado entre o amor próprio e a coragem de enfrentar nossos medos. Pois é nessa harmonia que verdadeiramente descobrimos a liberdade de ser quem somos, sem medo e sem hesitação.

Os comentários estão desativados.