Qual a estratégia política do ex-vice-governador Fábio Dantas para as eleições de 2022?

O ex-vice-governador Fábio Dantas é conheci no meio político, como bom estrategista. Existem alguns exemplos de estratégias e ‘cálculos’ feito pelo advogado, que alcançam o sucesso pretendido. Exemplo disso foi o lançamento da candidatura de seu pai, o ex-prefeito Arlindo Dantas, ao até então, desconhecido Partido Humanista da Solidariedade (PHS). Arlindo conquistou uma das 24 cadeiras da Assembleia Legislativa do RN, nas eleições de 2006, pelo PHS, obtendo 20.074 votos.

Nas eleições de 2010, Fábio Dantas resolve testar um cargo no legislativo estadual, na cadeira ocupada, anteriormente, pelo pai deputado Arlindo Dantas. Foi Deputado Estadual (2011-2014), com 35.374 votos, pelo PHS.

Nas eleições estaduais no Rio Grande do Norte em 2014, elegeu-se Vice-Governador potiguar, na chapa de Robinson Faria.

Sentido dificuldade em disputar mais uma eleição pelo PHS, Fábio coloca sua esposa, Cristiane Dantas, na disputa legislativa, que aceitou o desafio e se elegeu Deputada Estadual, com 38.955 votos, em sua primeira eleição (2013-2018), pelo PCdoB, numa coligação com o Partido dos Trabalhadores (PT), que colocou dificuldades para seu ingresso no partido.

Em outubro de 2018, foi novamente eleita deputada estadual do Rio Grande do Norte pelo Partido Pátria Livre(PPL), com 33.860 votos, sendo a décima mais bem votado do estado e única mulher reeleita.

Em 2018, Fábio Dantas rompeu com o Governo Robinson Faria e teve seu nome lançado como pré-candidato ao Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Entretanto, sua candidatura não prosseguiu.

Em 2019, filiou-se ao partido Solidariedade. e, dois anos depois, assumiu o cargo de Diretor Geral da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (FEMURN), onde fazia a ponte entre os prefeitos da Federação e o, então, ministro da Integração Regional, Rogério Marinho, afastado para disputar uma vaga ao Senador.

No último dia 29 de março, Fábio pediu exoneração do cargo de Diretor Geral da Femurn, antes do prazo final para desincompatibilização do cargo para quem pretende disputar as eleições de novembro de 2022.

Recentemente, Fábio Dantas divulgou um banner agradecendo um Tomógrafo para São José de Mipibu.

Para quem é da área de publicidade, a foto do banner, levanta a ideia de uma futura chapa nas próximas eleições.

Futura chapa: Fábio, governador, Rogério Marinho, Senador e Cristiane Dantas, deputada estadual?

O blog O Alerta procurou o advogado Fábio Dantas para saber se ele pretende disputar algum cargo na eleições de 2 de outubro.

Resposta: “Não mesmo”. E acrescenta: “Aguardemos o futuro. Enquanto isso, vamos olhar para onde o mar vai”

Alguns comentaristas políticos acreditam, que se a oposição à governadora Fátima Bezerra (PT), que vem muito bem nas pesquisas de intenção de votos e, até hoje, não tem adversários da oposição lançados, o nome de Fábio Dantas poderá ser a pedra do xadrez que está faltando, lançando-o candidato ao governo.

Nos fins do ano passado, foi lançado “balão de ensaio”, jargão jornalístico para caracterizar informação propositadamente vazada a fim de verificar de antemão possíveis efeitos de uma determinada medida, no caso, o nome de Fábio para governador. Na época, não vingou.

Outros analistas políticos, levantam a hipótese, que o deputado Kelps Lima (Solidariedade) poderá migrar de sua candidatura a deputado federal para ser o candidato a governador, unindo as oposição contra a professora Fátima Bezerra, que tenta a reeleição. Nesse cenário, Fábio ocuparia a vaga de Kelps, lançando-se deputado federal em uma dobradinha com a esposa Cristiane Dantas.

Por enquanto tudo é apenas especulação. Aguardemos o próximos capítulos…

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.