Problema de junta

Nadja Lira – Jornalista e escritora

Quando eu era adolescente e ouvia alguém dizer fulano está com problema de junta, eu, na minha santa inocência, acreditava se tratar de algum problema que significava agrupar um punhado de coisas para jogar fora.  Hoje, vendo minha mãe padecendo com os famosos problemas de junta, compreendi que a situação é bem mais difícil. Problema de junta, não é simplesmente juntar tudo e jogar fora. O buraco é muito mais embaixo do que se imagina e o pior é que ele não tem idade para mostrar o ar da sua graça, que por sinal, nada tem de engraçado.

Problema de junta tem a ver com artrite – uma inflamação localizada nas artérias cujas crises provocam dores terríveis e também tem a ver com artrose – enfermidade crônica degenerativa das articulações.

Artrite é um termo usado para descrever qualquer doença que afete as articulações. Os sintomas mais comuns destas doenças são rigidez e dor nas articulações. Entre outros sintomas estão a vermelhidão, sensação de calor, inchaço e redução dos movimentos nas articulações afetadas.

De acordo com a Medicina, a artrite é um grupo de doenças reumáticas formado por mais de 100 tipos da doença. Os mais comuns são a artrose – doença degenerativa das articulações – e a artrite reumatoide. A artrose está geralmente associada ao envelhecimento e afeta os dedos e os joelhos.  A artrite reumatoide é uma doença autoimune que geralmente afeta as mãos e os pés Entre os outros tipos de artrite estão a gotalúpusfibromialgia e artrite..

Seja qual for o problema de junta, as dores são terríveis causando um profundo desconforto ao seu portador. Algumas pessoas costumam dizer que o tal problema de junta é uma doença de velho. A velhice, aliás, é, na minha visão, o pior momento na vida de uma pessoa. É o momento em que a pessoa acumula muito conhecimento, mas em contrapartida sofre com a limitação nos seus movimentos.

São muitas as chamadas doenças da velhice, como hipertensão arterial, diabetes, catarata, Alzheimer, Mal de Parkinson e osteoporose, entre outras.A osteoporose é uma doença que afeta os ossos, provocando a diminuição progressiva da densidade óssea e, consequentemente, o aumento do risco de fraturas. Esta parece ser uma doença exclusiva das mulheres, desenvolvida a partir dos 50 anos, por causa da menopausa.

A velhice é algo tremendamente cruel. É o momento em que a vida parece rir-se da desdita do ser humano. Durante este período de vida, a pessoa adquiriu conhecimento sobre vários temas, cultura em várias áreas, uma gama de informação e estabilidade financeira para viajar, se divertir, enfim, curtir a vida num nice e ser feliz. Mas eis que surgem os problemas de junta.

E como se não bastassem os problemas de junta, a velhice ainda traz outros problemas como a perda da elasticidade e flacidez da pele, fazendo surgir as rugas que tiram da pessoa toda a beleza da mocidade.

Marco Túlio Cícero (106 – 43 a.c.), estadista e pensador romano, em sua obra Saber Envelhecer (L&PM), enumera as vantagens desprezadas da velhice. Na dedicatória, ele faz a seguinte afirmação: “Senti tal prazer em escrever que esqueci dos inconvenientes da idade; mais ainda, a velhice me pareceu repetidamente doce e harmoniosa”.

E, como para nos dar um alento acerca da velhice, estágio pelo qual todo ser vivo haverá de passar, Cicero afirma:  “Acaso os adolescentes deveriam lamentar a infância e depois, tendo amadurecido, chorar a adolescência? A vida segue um curso preciso e a natureza dota cada idade de suas qualidades próprias. Por isso, a fraqueza das crianças, o ímpeto dos jovens, a seriedade dos adultos, a maturidade da velhice são coisas naturais que devemos apreciar cada uma em seu tempo. ”

Eu, na minha santa ignorância, não sinto alento nenhum nas palavras de Cícero. No meu ponto de vista ninguém deveria envelhecer e sofrer as agruras desse estágio da vida. Especialmente àqueles que não têm com quem contar. Afinal, envelhecer já não é fácil e ainda ter que envelhecer sem ter ninguém a seu lado, para lembrar ao menos, a hora de tomar um remédio – é terrível. O problema de junta deveria ser igual ao meu pensamento de adolescente: juntar tudo e jogar fora.(04/09/2020)

1 Pessoa comentou
Iacy Vasconcelos

Gostei muito da forma que a autora passou as informações, esclarecedora, suave e objetiva.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.