O Paraíso é aqui

Motel Tahiti: O paraíso é aqui! – Foto: Jornal da Besta Fubana

José Narcelio Marques Sousa – Engenheiro civil e escritor – [email protected]

É difícil sair da lembrança do natalense a propaganda inovadora e agressiva lançada pelo Motel Tahiti, que funcionou entre 1974 e 1995, em Capim Macio. A partir da criatividade do logotipo verbal que marcou o empreendimento financiado com dinheiro do BDRN: Motel Tahiti: O paraíso é aqui.

A assertiva guardava lá suas razões de ser, pois o produto oferecido pelo irreverente pernambucano Alcyony Dowsley, primou pela qualidade durante os 21 anos de existência.

Possuía conforto, higiene, segurança, privacidade e boa comida. Dispunha de grupo gerador próprio, poços tubulares, maquinas de fabricar gelo, de lavar e de esterilizar roupas; saunas, piscinas automatizadas e outras inovações tecnológicas da época para melhor funcionamento do empreendimento e bem-estar da clientela.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-225.png
Motel Tahiti Foto: Natal Nostálgica

Segundo declarava o empresário “a roupa daqui é mais esterilizada do que nos hospitais da cidade” ou “pode faltar água e luz em Natal, menos no Tahiti”.

É a pura verdade o depoimento de Vicente Serejo ao RN Econômico em Junho de 1984: Alcyony é um profissional numa terra de amadores. O Tahiti tem a neurose da perfeição. Sua campanha alegre e bem-humorada conquistou a opinião pública. Além disso, o Tahiti tem uma das melhores cozinhas de Natal. Ir ao motel hoje é como ir a um restaurante. Graças ao Tahiti, motel não é mais visto como pecado.

Como bem frisou o jornalista, a prática de casais casados frequentarem o Motel Tahiti se tornou corriqueira. Quer por curiosidade das esposas, quer por comemoração de datas especiais, quer para apimentar o matrimônio ou, apenas, para terminar uma noitada com uma boa refeição num ambiente mundano.

Eis algumas das mensagens de duplo sentido das campanhas publicitárias levadas a efeito pelo Motel Tahiti. Segundo pessoas próximas do proprietário, tudo produção da mente fértil de Dowsley:

– Na Semana Santa: Não é peixe nem é carne, pode comer à vontade.

Promoção de almoço executivo: Coma duas e pague uma.

No período Junino: Acenda a sua fogueira.

Campanha contra o fumo: Seja homem! Deixe de fumar. Esse tabaco mata.

Vaguejada de Jucurutu: O bom derruba dentro.

Incentivo ao turismo: Turista merece casa, comida e roupa lavada. Carinho nele.

Dia das mães: Pai, leva mãe para o Tahiti, ela também merece.

Campanha de vacinação: Vacine o cachorro do seu marido! – Raiva mata e Vacine a gata da sua sogra! – Raiva mata.

– Incentivando o matrimônio estável: Não troque de mulher. Troque de ambiente.

Quando Aureliano Chaves visitou Natal em campanha para a sucessão de João Figueiredo na Presidência da República, a comitiva do então vice-presidente se deparou, em pontos estratégicos do percurso, com a seguinte mensagem: Aureliano, meu amor! – Motel Tahiti.

Alcyony Dowsley faleceu em 2001. No local onde funcionou o motel construíram uma lagoa de captação. Ao estilo bem-humorado do empresário, bem que caberia ali uma placa indicativa dizendo: Motel Tahiti: O paraíso foi aqui.

Compartilhar em:

1 comentário

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.