MDR autoriza início das obras de expansão da linha ferroviária que beneficia São José de Mipibu e Nísia Floresta

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) autorizou, nesta quarta-feira (10), o início das obras de expansão do sistema de transporte de passageiros sobre trilhos na Região Metropolitana de Natal (RN). A ordem de serviço assinada pelo ministro Rogério Marinho vai possibilitar a implantação da Linha Branca da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). O investimento federal será de R$ 58,3 milhões.


O empreendimento da Linha Branca será composto por 24 quilômetros de via, no qual serão construídas seis estações. As cidades de São José de Mipibu e Nísia Floresta serão beneficiadas com a iniciativa – o trecho tem início na última estação da Linha Sul. A previsão é de que cerca de 6,8 mil passageiros utilizem o serviço diariamente com o acesso à capital, além de apoiar o turismo na região. 


De acordo com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, os investimentos fazem parte do processo de modernização e ampliação do sistema de trens urbanos de Natal. “Esse ato que fazemos aqui hoje respondem a uma reivindicação da população, que vai ter a capacidade de se locomover com conforto para o trabalho e para as suas casas. Há mais de 10 anos não havia investimento em novas linhas, apesar de todas as necessidades e demandas apresentadas. O governo do presidente Jair Bolsonaro tem compromisso com aqueles que mais precisam da ação do Estado”, ressaltou Marinho.


Recife e João Pessoa receberão R$ 31 milhões


Também foram anunciados investimentos para Pernambuco e Paraíba. Em Recife, o investimento de R$ 21 milhões será destinado a recuperação de coberturas das estações e implantação de acessibilidades para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida na Linha Sul. 
Já em João Pessoa, o repasse de R$ 10 milhões será utilizado na implantação de quatro desvios que permitirão a redução no tempo de espera e trarão mais conforto e segurança aos passageiros.


O presidente da CBTU, José Marques, ressaltou o empenho do Governo Federal para atender também aos outros estados, como Pernambuco e Paraíba, que têm a operação do sistema ferroviário sob a coordenação da entidade. “O Ministério tem dado todo o apoio em relação a todos os projetos, seja na expansão da malha ferroviária, como no início dos trabalhos da Companhia em Brasília”, destacou.

8 Pessoas comentaram
Angela

Nessa eu estou igual a São Tomé.. só vendo para crê…anos de promessas
Mas… será excelente

Roberto Ferreira da Silva

Quando começa a obra? Tem previsão de término?

Santiago

OXALÁ seja verdade e não mais uma cortina de fumaça….

Roberto Ferreira da Silva

Quando começa a obra? Tem previsão de término? Se concluir pasmas para o Presidente.

Roberto Ferreira da Silva

O povo agradece ao Presidente.

Roberto Ferreira da Silva

Quando começa a obra? Quando termina?

Terezinha Tomaz

Será que sai do papel???

Daliana

Muito feliz e confiante.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.