Irmã Iva Guedes deixa direção do Abrigo Anízia Pessoa e abraça nova missão

 

Irmã Iva Guedes, que foi diretora do Abrigo Anízia Pessoa,  depois de 18 anos, deixou a entidade, sendo  enviada a sede da Congregação da Divina Providência, em Curitiba/PR, onde abraçará uma nova missão. Antes de viajar, deixou essa mensagem:

“Caros paroquianos, minhas Irmãs da Congregação da Divina Providência, sacerdotes do meu tempo, autoridades e povo em geral.

São tantos cidadãos, tantas autoridades e instituições merecedoras da minha GRATIDÃO que, se eu mencionar nomes, poderei esquecer alguns e cometer injustiça. Agradeço a todos os sacerdotes que estiveram à frente da Paróquia de Santana e São Joaquim no período em que conduzi o Abrigo Anízia Pessoa ao lado das minhas Irmãs de congregação, funcionários e equipe de apoio. Assumi a instituição no dia 26 de fevereiro de 2004 e fui destituída no dia 5 de julho de 2022.

Fui acolhida com muito respeito e consideração por todo o povo de São José de Mipibu, na condição de freira da Congregação das Irmãs da Divina Providência. A mesma acolhida recebi como Diretora do Abrigo Anízia Pessoa, onde sempre fui abraçada pelas famílias dos abrigados, pelos idosos, por toda equipe da instituição, pelos paroquianos, pelos benfeitores, pelas minhas irmãs de congregação, pelas igrejas evangélicas, instituições espíritas e outras denominações.

Ao longo desse período o abrigo passou por muitas transformações positivas, fruto dos nossos sonhos, e tais mudanças ocorreram graças ao apoio de diversos profissionais e variadas instituições. Sempre tivemos ajuda de voluntários abnegados, empresas privadas, instituições públicas e religiosas (incluindo as evangélicas e espíritas), bem como a Maçonaria, o Lions Clube e até pessoas anônimas, tanto de São José de Mipibu como de outros municípios e estados. Foram muitas instituições que, despertadas pelo sentimento de humanidade, bateram à nossa porta para oferecer apoio.

Se a despesa de uma casa comum é grande, imagine um abrigo de idosos, em que muitos alimentos são diferenciados, o uso de fraldas descartáveis, remédios e material de higiene pessoal são caros, dentre inúmeras despesas pesadas. Houve momentos difíceis em que recebemos ajuda de instituições religiosas e leigas de outros estados do Brasil, assim como de empresários de outros estados. Não posso esquecer do município de Natal, fonte contínua de apoio. O poder público municipal de São José de Mipibu. O Ministério Público que também foi luz para a nossa instituição. Não seríamos fortes sem todos esses benfeitores guiados por Deus, para os quais dirijo a minha gratidão eterna e peço que continuem praticando esse gesto cristão. Embora nem todos saibam, o nosso abrigo chegou ao ponto de uma benevolência internacional, pois já tivemos dois estrangeiros aqui acolhidos. E é importante ressaltar que já recebemos algumas ajudas de instituições internacionais católicas da Europa.

O abrigo nunca escolheu os seus abrigados. Somos uma instituição direcionada para os menos favorecidos. Acolhemos a pobreza e temos orgulho disso. Durante esse tempo, portas inesperadas se abriram, como a Funerária Sagrado Coração de Jesus, cuja proprietária, Janiere, num gesto pleno de cristandade, acolhia ali os corpos dos nossos idosos logo em seguida ao falecimento, enquanto eram providenciados os encaminhamentos legais. Nossa instituição nunca fez acepção de cor, sexo, religião, condição social, enfim, nosso lema é acolher.

Julgo precioso informar a quem desconhece, que o fundador da nossa Congregação, padre Eduardo Michelis praticava o ecumenismo, portanto, assim fazemos.

Na parte que me diz respeito, nos meus 18 anos adiante do Abrigo Anízia Pessoa, sempre tive a convicção de que a Divina Providência nos conduziu nos muitos desafios e também nas muitas conquistas, portanto louvo a Deus por tudo. Não posso deixar de desejar o melhor para a Ir. Maria Amélia do Amaral, nova Diretora do Abrigo Anízia Pessoa – lembrando a todos sobre a importância de apoiá-la juntamente aos idosos a Diretoria, Funcionários que exerce suas atribuições por amor e missão e equipe que permanece ali. Deus continue abençoando o nosso Abrigo!

Levo todos no meu coração. São José de Mipibu estará sempre nas minhas orações. “Tudo posso Naquele que me fortalece”, Filipenses 4:13, é a palavra que deixo a todos. E como o Abrigo sempre teve uma característica de valorização das coisas populares, ofereço a todos a música intitulada “O último julgamento”.

Normalmente orientamos que as pessoas pratiquem os conteúdos das mensagens. Mas eu digo que façam ao contrário do que essa mensagem diz.

Muito obrigado a todos e perdoe se não fui a pessoa ideal. Tentei e doei o meu coração. Rezem por mim. Muito obrigado!

Ir. Iva Guedes de Moura, 29.07.22″.

Compartilhar em:

5 Comentários

  • Francisco Sales Gurgel de Almeida disse:

    Obrigado, Irmã IVA.
    Pelo seu desempenho a frente da instituição, Abrigo Anizia Pessoa.
    Tem meu apreço. Como a Senhora, sempre estou a disposição pra ajudar, a quem precisa. Sem distinção alguma.
    Que a Santíssima Trindade lhe proteja em sua nova jornada.
    Deus a abençoe.

  • Angela disse:

    Agradecemos a dedicação e o cuidado responsável que Ir. Iva Guedes teve para com o Abrigo Anízia Pessoa durante todos esses anos, e desejamos muitas felicidades em sua nova jornada.

  • JOSE AMAURI FREIRE disse:

    Deixará saudades.
    Exemplo de muita dedicação aos idosos do Abrigo Anízia Pessoa.
    Felicidades na sua nova empreitada.

  • SUZANA MARIA DE FREITAS MARTINS disse:

    IRMÃ IVA, VOU FICAR COM MUITAS SAUDADES, SEU CARINHO, COMPREENSÃO, DEDICAÇÃO. ENFIM, TUDO. DESEJO A SENHORA MUITAS FELICIDADES, SAÚDE, NESSA NOVA TAREFA

  • Virginia e D Lucinha disse:

    Que obra maravilhosa, você deixou para trás! O mundo precisa de pessoas que como você ajudam a disseminar a carinho, a dedicação e a capacidade de construção. Espero te encontrar no caminhos da vida para poder abraçá-la.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.