Governadora faz parceria com maior empresa de aerogeradores do mundo

Em missão na Dinamarca, a governadora Fátima Bezerra (PT-RN), o Senador Jean (PT-RN) e auxiliares do Governo anunciaram nesta quinta-feira a assinatura de um acordo de cooperação com a empresa Vestas, para construção de um polo de apoio às operações de offshore de geração de energia eólica no litoral do Rio Grande do Norte.

A comitiva do RN se reuniu com Morten Dyrholm, vice-presidente Global da Vestas, e Jonathan Colombo, gerente de relações institucionais para América Latina.

O acordo de cooperação deve ser assinado ainda este ano durante visita dos executivos da empresa a Natal.

O potencial ainda não explorado do Rio Grande do Norte foi tema de discussão entre a comitiva potiguar e os grupos que exploram energias renováveis, e a consolidação do acordo colocará o RN, tem uma matriz elétrica composta por 87% de fontes renováveis, como polo nacional de geração de energias.

A dinamarquesa Vestas é a maior companhia mundial produtora de turbinas de energia eólica, e é responsável pelo desenvolvimento, fabricação, venda e manutenção de aerogeradores.

“Esse acordo é mais um sinal do trabalho que desenvolvemos para a retomada da economia e geração de mais empregos para todos os potiguares”, afirma o Senador Jean, autor do Projeto de Lei 576/2021, que regulamenta a autorização para instalação de estruturas de geração de energia na costa brasileira, abrangendo eólica, solar ou das marés.

Fotos: Elisa Elsie

“O mercado offshore certamente será o mais atrativo e competitivo em todo o mundo nos próximos cinco ou dez anos. As condições de vento e clima do Rio Grande do Norte e o ambiente operacional de baixo custo, favorecem o cenário positivo”. Segundo o Senador, o PL era a peça que faltava para autorizar a instalação de projetos que hoje já estão em desenvolvimento no país.

“O Governo vai discutir a melhor forma para estimular a expansão, inclusive de centros de serviços da Vestas no RN que já funcionam em Parnamirim e Mossoró, com fornecimento de máquinas, peças e componentes, formação de mão de obra qualificada. A expansão vai permitir a atração de novas empresas fornecedoras, gerando negócios, emprego e renda no estado”, destacou a governadora, acrescentou que “desde o início do nosso Governo iniciamos articulação com os demais estados para tratar do compartilhamento de informações, nivelamento de projetos e assuntos comuns, como a agenda ambiental para os estados do Nordeste com a definição de ações para recuperação e preservação do bioma caatinga”.

Fátima lembrou que os governadores criaram o consórcio Brasil Verde que pretende atrair investimentos para intervenções em favor do meio ambiente envolvendo a participação dos estados e iniciativa privada.

Compartilhar em:

1 comentário

  • Aécio Medeiros da Silva disse:

    A tendência do mundo é que, num futuro não muito distante, as pessoas produzam suas próprias energias elétricas sejam elas foltovoltaicas ou eólicas.

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.