FIGURAS MIPIBUENSES Newton Medeiros Dantas

Newton Medeiros Dantas, popularmente conhecido por “Nilton do Leite”, nasceu na cidade de Pedro Velho/RN, no dia 22 de fevereiro de 1933. Filho de Fausto Ribeiro Dantas e Cândida Ribeiro Dantas. Eles tiveram três filhos: Newton Marcos, Fausto, Pedro Dantas e NelsonMedeiros Dantas, Wilson Ribeiro Dantas (in memoriam) e a Irmã Dorotéia Dinorá Ribeiro Dantas.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é image-348.png
A esposa de Newton Dantas, Maria Valdeci Lima Dantas
Dona Valdeci, falecida em 2008 e o marido Newton Dantas

Newton casou com Maria Valdeci Lima Dantas, com quem tiveram cinco filhos: Nelson Lima Medeiros Dantas, casado com Liane, que tem três filhos e sete netos; Pedro Lima Medeiros Dantas, com quem teve três filhos e cinco netos, do primeiro casamento, vindo mais dois, do segundo casamento, com Larissa; Fausto Ribeiro Dantas Neto, casado com Fátima. Tem tem três filhos e um neto; Marcos lima Medeiros Dantas, casado com Fabiana, com quem tem dois filhos e Patrícia Lima Medeiros Dantas, casado com Paolo, com quem tem uma filha.

Newton com os filhos, Marcos, Fausto, Pedro Dantas e Nelson
Com familiares – Foto recente

Nilton do Leite chegou a São José de Mipibu, no ano de 1957. Logo que aqui chegou foi trabalhar no Engenho Boa Vista, pertencente à família de Jorge Coelho e, que, posteriormente, foi vendida a ao fazendeiro Arnor Francisco. Em 1958, um dos herdeiros, de Pedro Coelho, adquiriu a Fazenda São João, onde administrou até 2005.

Nesse período , a fazenda explorava gado leiteiro, sendo o leite in natura repassado a diversos revendedores, tanto na sede do município de São José de Mipibu, como em outras localidades rurais e mesmo, na capital.

Fazendo o que gosta: cuidar de gado – Foto recente

Se tem uma unanimidade em São José de Mipibu, essa chama-se, Nilton do Leite. “Na vida, ele só faz ajudar os que o procura. Não mede esforço e quando não pode resolver algo, de imediato, apela aos amigos, para solucionar o problema de quem o procurou. Esse é meu pai”, declarou o filho, Pedro Dantas.

Sombra e água fresca. Quem não gosta dessa vida?

Homem honrado e cumpridor de seus deveres. Newton é um dos mais antigos clientes da agência do Banco do Brasil, em São José de Mipibu. Já chegou a ser condecorado, com uma medalha, pela entidade financeira. Um de seus filhos, conta essa história ou seria estória(???): “Papai sempre usa essa “medalha”, colocada estrategicamente em sua carteira e, quando vai a uma agência do BB, além da prioridade pela idade, dá uma “carteirada (no bom sentido), no gerente, mostrando a honraria. A partir daí passa a ser bem atendido“.

O repouso do “Guerreiro”. No alpendre de sua fazenda

Fácil de fazer amizades. Por ter facilidade em fazer amizades e conhecer bastante gente, chegou a ser sondado pelo então prefeito Hélio Ferreira para ser candidato a um cargo político em São José de Mipibu. Gentilmente, agradeceu a lembrança e disse: ” – Minha privacidade é maior que a vaidade”.

Sempre vaidoso, não dispensa um trato nos cabelos.

Newton nunca se envolveu em acirrada discussão política, coisa muito comum, em cidades do interior, em épocas de campanhas políticas. Por isso sempre preservou amizades com políticos, de vários grupos e cores políticas. Foi amigo dos saudosos ex-prefeitos Hélio Ferreira e Janilson Ferreira, de Vivo Firmino, Djalma Emerenciano, Marciano Freire, José Sales, Dr. José Mário (todos falecidos). E, também: Manoelzinho, ex-prefeito Leonel Santos, Ubirajara Freire, entre outros…

Solenidade da Junta de Serviço Militar, vendo-se: saudoso prefeito Janilson Ferreira, Delegado da 2ª DSM, Manoelzinho, médico Carlos Marques, gerente do Banco do Brasil, Newton Dantas e comerciante Marciano Freire (in memoriam)
Da Esquerda: Manoelzinho (Credimóveis), dona Raimunda (de Zeco),
Manoel Golinha, Newton Dantas e José Sales – Arquivo da família

Vez por outra, toma umas cervejinhas, acompanhado de seu grande amigo, Manoelzinho (da Credi-Móveis).

Manoelzinho ao lado de seu grande amigo, Newton Dantas

Comenta-se que um determinado dia, estava bebendo umas cervejas, no centro de São José de Mipibu e necessitou ir ao caixa rápido do BB sacar um dinheiro. Estava “apertado” e, como era fim de semana, o banco estava fechado e ele não se aguentou e urinou na roupa. A cena foi filmada pelas câmeras de segurança. No dia seguinte, ele foi comunicar o fato ao gerente, o que havia ocorrido, no dia anterior. Ao terminar a história, deram boas gargalhadas, deixando outros clientes, no local, curiosos, sem entenderem o que teria ocorrido.

Curtindo a vida, em um quadriciclo, numa das lagoas de Nísia Floresta

Newton foi casado Maria Valdeci Lima Dantas, com com a chegada dos netos passou a ser conhecida por “Vovó Didi”. Esse nome era como dona Valdeci gostava de ser chamada, pelos conhecidos e menos favorecidos, que ela sempre acolhia.

Diante do trabalho que desenvolvia, a Câmara Municipal de São José de Mipibu, aprovou a Comenda de Honra ao Mérito “Vovó Didi”, aos que se destacarem na filantropia e serviços humanitários prestados ao município. Vovó Didi ou dona Valdeci faleceu em junho de 2008.

A então prefeita Norma Ferreira, durante sua gestão prestou uma homenagem à dona Valdeci, colocando o nome dela ao Posto de Saúde (hoje UBS), do bairro de Tancredo Neves.

Presença de familiares, na inauguração do Posto de Saúde,
no bairro de Tancredo Neves

Atualmente, prefere tomar uma “louras geladas”, no alpendre de sua fazenda, no Ribeiro, ao lado dos filhos, netos e bisnetos, que se reúnem aos finais de semana. São momentos que Newton se transforma em uma criança, satisfazendo os desejos da gurizada ( netos), além de ouvir conversas e dar conselhos aos adulto.

Com o filho, Pedro Dantas – duas gerações

OBS. Agradecemos as informações e fotos dos familiares, em especial, a Pedro Dantas.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.