Estudante que se atrasou para o Enem por amamentar filho ganha bolsa de estudos

Débora Gomes, de 26 anos, perdeu por apenas um minuto o primeiro dia da prova do Enem, realizada no último domingo (21). Moradora do Recife, ela tem dois filhos e disse que chegou atrasada pois estava amamentando o menor deles, de cinco meses. Débora é mãe de duas crianças. “Tenho um bebê de cinco meses e ele mama. Foi por causa da amamentação que demorei”, disse a jovem.

A estudante foi procurada por algumas faculdades e aceitou uma bolsa integral de uma instituição no Recife.

“Foram oferecidas bolsas de algumas faculdades com 100% de gratuidade. Estou muito grata, primeiramente a Deus, e, segundamente, à faculdade [que ela escolheu]“, conta. A jovem ainda não decidiu qual curso vai fazer, mas afirmou que está avaliando e decidindo.

Débora disse que não imaginava tanta repercussão. “Estou muito entusiasmada e pretendo investir nos estudos, para que possa entrar no mercado de trabalho e continuar na luta pela concretização dos meus objetivos”, diz.

Ela afirmou que o que ocorreu no último domingo não vai impedi-la de concluir seus objetivos. Débora mantém viva a esperança de cursar medicina e ser médica. “[Isso] Foi mais um impulso para eu poder tentar concluir meus objetivos”.

A dona de casa mora na comunidade Ilha de Joana Bezerra, na região central da capital pernambucana, em uma quitinete de um quarto e uma cozinha. Ela é mãe de Rebeca, de 3 anos, e de Gabriel, de cinco meses, e está desempregada junto com o marido, que faz bicos todos os dias. “Sempre admirei essa área de saúde e não pensava em ser exatamente enfermeira”, explicou ela, ao falar que a mãe é enfermeira.

“[Quero] mesmo medicina”, reafirma, acrescentando que pode mudar a realidade da família. Nas redes sociais, ela publicou um vídeo e disse que recebeu bolsas de estudo em faculdades privadas com 100% de cobertura de mensalidades e parece já ter escolhido uma. “Estou muito grata, primeiramente a Deus, segundo a faculdade. Creio que vou ingressar lá mesmo”, falou sem citar a instituição. Ela complementou que ainda não escolheu o curso e não explicou se a bolsa valeria para medicina.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.