Eleições de 2022: TSE divulga partilha do Fundo Eleitoral


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a partilha dos R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o Fundo Eleitoral, destinado às legendas para as Eleições Gerais de 2022. O maior Fundo Eleitoral da história foi dividido entre os 32 partidos políticos registrados no TSE. O União Brasil, PT, MDB são os partidos com maior quantia recebida.


O União Brasil, nascido da fusão entre Democratas e PSL, teve direito a mais de R$ 782 milhões. Já o PT recebeu pouco mais de R$ 503 milhões. O MDB teve direito a R$ 363 milhões. Além disso, o PSD recebeu R$ 349 milhões e o PP aproximadamente R$ 344 milhões. Juntas, essas cinco legendas respondem por 47,24% dos recursos distribuídos.

Veja quanto alguns partidos no Rio Grande do Norte, vão distribuir com seus pré-candidatos a deputado federal, nas eleições de outubro:

A direção nacional do MDB avisou aos atuais Deputados Federais que cada um deles teria R$ 2,5 milhões. Aqui no Rio Grande do Norte (RN), o ex-Senador Garibaldi Filho deve receber o teto máximo. Outros nomes fortes que o MDB deverá investir mais serão Dr. Pio X (Alto Oeste Potiguar) e Kamila Amorim, esposa do Deputado Estadual Dr. Bernardo Amorim (PSDB), que vem sendo fortalecida no Médio e Oeste Potiguar.

O PT da Governadora Fátima Bezerra, terá três fortes nomes para Deputado Federal: Natália Bonavides, Fernando Mineiro e Samanda Alves. Cada um deve ficar com R$ 2 milhões.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.