Depoimento de Pazuello à CPI da Covid é suspenso; ex-ministro diz que retorna nesta quinta

O depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello à CPI da Covid foi suspenso na tarde desta quarta-feira (19) e, ao deixar o prédio do Senado , Pazuello disse que será retomado nesta quinta (20).

Pazuello presta depoimento na condição de testemunha. A sessão foi suspensa porque começou a sessão do plenário do Senado, destinada à votação de projetos.

Inicialmente, o presidente da CPI,Omar Aziz (PSD-BA), havia informado que o depoimento seria retomado após a sessão do plenário. No entanto, Pazuello deixou o prédio do Senado e afirmou que retornará nesta quinta.

A CPI já havia marcado para esta quinta o depoimento de Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde que defende o uso da cloroquina contra a Covid, embora o remédio seja cientificamente comprovado ineficaz contra a doença.

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), decidiu suspender a sessão com o depoimento de Pazuello, que, durante intervalo, sofreu uma perda de consciência momentânea e precisando ser atendido pelo senador Otto Alencar (PSD-BA), que é médico.

Ao deixar a sessão, no entanto, Pazuello afirmou que não passou mal. Caminhando normalmente, o ex-ministro apenas disse que estava bem e que a sessão foi adiada por causa do início da ordem do dia no plenário do Senado.

Aziz postou em suas redes sociais que suspendeu a sessão por causa do início da sessão plenária do Senado e que a CPI ainda tinha 23 inscritos. Por isso, a retomada da CPI foi para esta quinta-feira (20) às 9h30.

A CPI ainda não havia informado se o depoimento de Mayra seria mantido nesta quinta ou adiado.

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.