De volta ao passado…(52)

O saudoso José Alves Pereira Filho e sua esposa Josefa Amaro Pereira, chegaram em São José de Mipibu, no ano de 1943, vindo de Barra de Santa Rosa, cidade da Paraíba. Na mudança, trouxeram, em cima do caminhão, algumas bicicletas, que alugava para a meninada, por isso recebeu o apelido de “Zé da Bicicleta”. Tiveram oito filhos: Jairo, Francisco “Josuete”, Carlinhos, Edinha, Elione, Joilton, Lúcia e Marcos.  Zé da Bicicleta foi pioneiro na comercialização de coco, transportando para a indústria Maguari/Kibon. Ingressou na vida política, sendo vereador por três mandatos. Chegou a ser Presidente da Câmara Municipal de São José de Mipibu.  Faleceu no dia 19 de fevereiro de 1982 (um sábado de Carnaval). No cortejo para o cemitério compareceu um grande números de mipibuenses, que tinham admiração por Zé da Bicicleta. Sua esposa, Dona Zefinha, como é carinhosamente conhecida, estará comemorando, no dia 6 de agosto de 2021, 100 anos. Ela é  uma pessoa muito estimada na cidade.

Compartilhar em:

5 Comentários

  • Didi Avelino disse:

    Belo registro de um casal digno de todas as homenagens.
    Zé da Bicicleta, dentre tantas virtudes, foi um incentivador do esporte e da cultura popular em São José de Mipibu.
    Seu filho Marcos teve total apoio para criação e montagem da primeira equipe de futebol infantil da cidade, o saudoso América, no qual tive prazer de jogar.
    Seus filhos, Carlinhos e Josuete, foram grandes foliões e líderes de agremiações carnavalescas da cidade com total apoio e incentivo, moral e material, do patriarca.
    À Dona Zefinha todo carinho, respeito e agradecimento de uma cidade à sua linda história de vida.
    Cem anos que dignificam cada experiência, cada sacrifício, cada triunfo dedicado à sua prole e à cidade que tanto ama. À ela, saúde e saúde !

  • Joao maria joaquim de lima disse:

    Foi um grande homem eu era criança e ouvia fala dele o mas encrivel e que aqui em cascavel ce onde eu moro hoje tem um cidadao que foi muito amigo dele outro dia nos conversando ele me perguntou se eu conhecie ele e falei que ers criança so tinha visto fala pra ve como esse mundo e pequeno

  • Maria Denize de Souza disse:

    Quando chegamos prá morar aqui em mipibu, vindos de nisia floresta, me lembro de seu Zé da bicicleta e dona Zefinha. Hoje ela é minha vizinha. A gente conversa muito e ela é muito lúcida e vaidosa, gosta muito de viver arrumada, cheia de pulseiras, brinco e colar. Se não fosse a pandemia, nos 100 anos dela nós íamos fechar nossa rua prá fazer a festa. Parabéns dona Zefinha.

  • Fátima Freire Cruz disse:

    D.Zefinha, muito amiga da minha saudosa Mãe! Seu ZÉ Grande Homem! Saudade desse Ser Maravilhoso. Muitas felicidades D.Zefinha!

  • Angela disse:

    Deixou sua marca na história mipibuense. D. Zefinha, muito lúcida, simpática,gosta de apreciar a vida da cidade da varanda de sua casa (antes da pandemia tinha o saudoso hábito de sentar-se a calçada todas as tardes).

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.