Crime político, sim senhor

Virou a polêmica do dia no Brasil o resultado do inquérito policial onde a Polícia Civil do Paraná entendeu que não houve crime ‘político’ ou crime de ‘ódio’, no episódio onde o bolsonarista matou um dirigente do PT .

Só não vê crime de ódio por intolerância política quem não quer.

O bolsonarista teve acesso a imagens da festa e foi para o clube.

Não iria se o tema da festa fosse um desenho animado.

A Polícia Civil do Estado do Paraná concluiu o inquérito em tempo recorde para dizer que não foi crime político.

Polícia Civil de estado governado por Ratinho Júnior, bolsonarista, filho do apresentador Ratinho, mais bolsonarista ainda.

É subestimar demais da inteligência alheia.

FONTE: thaisagalvao.com.br

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.