Conversa de Lula com Garibaldi e Walter é recado do PT à militância sobre necessidade de agregar para conquistar um segundo mandato

Lula e Garibaldi Alves – Foto: Arquivo Nominuto.com

O encontro do ex-presidente Lula com o ex-senador Garibaldi Filho e o deputado federal, Walter Alves, como foi a pedido de Lula, acontecerá no hotel onde Lula ficará hospedado.

A conversa, por iniciativa do ex-presidente, é um recado do PT aos militantes locais que se posicionariam contra uma possível formação de uma chapa com a governadora Fátima e o MDB.

Lula tem se mostrado mais aberto do que a militância, e sabe que qualquer gestor que quiser se reeleger para um segundo mandato terá que ceder.

Chegar a um segundo mandato no executivo passa pelo natural desgaste da primeira gestão e com a governadora Fátima Bezerra não seria diferente.

A dificuldade de uma gestão leva ao desgaste e à necessidade de agregar para garantir uma reeleição.

Manter o vice ou o senador pode ser sonho até da governadora e da militância, mas um segundo mandato passa por uma eleição, e uma eleição sem agregar pode estar fadada a uma derrota.

Os militantes do PT no Rio Grande do Norte não são diferentes dos militantes do PT ou de outro partido de qualquer estado.

E acreditam que basta lançar a candidatura sem precisar aparar arestas.

E aparar arestas só se consegue agregando.

Lula sabe disso, tanto que pediu para conversar com Garibaldi e Walter.

Fátima sabe disso, tanto que tem certeza que terá de abrir mão do que vem dando certo como gestão, mas pode dar errado como campanha.

Falta só convencer à militância.

FONTE: thaisagalvao.com.br

FONTE: thaisagalvao.com.br

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.