Conheça Evely, a única potiguar que tirou 1000 na redação do Enem 2021

Desde os 4 anos de idade, o conhecimento faz parte da vida de Evely Lima. Seu pai, o agricultor e comerciante Fernando Nascimento, pegava os livros didáticos da escola em que acabara de entrar e ensinava a menina a desenhar e escrever em cima da sua letra. A prática precoce deu resultado 16 anos depois. Evely é natural de Lagoa dos Velhos, cerca de 94 quilômetros de Natal, e tirou mil na redação do enem. A única potiguar com a nota máxima. A estudante é uma das dez pessoas do Nordeste com esse feito no Enem de 2021.

Evely não teve problemas para se adaptar ao período pandêmico. O esforço veio sozinha em casa, sem colegas para estudar juntos e nem professores particulares. No entanto, o que desenvolveu a aluna foram as muitas horas de leituras, práticas na escrita e videoaulas com educadores do Brasil todo. Recurso esse que foi um fator fundamental para ampliar seu conhecimento histórico e criar repertório para a redação do Enem.


“Nós temos que buscar vários conhecimentos de uma visão de mundo. Temos que ter conhecimento nas áreas de saúde, política e meio ambiente, até porque não temos a ideia de qual vai ser a redação do Enem. Então, temos que estar preparados para tudo’’, comentou a estudante.


Por conta do mil, a moradora de Lagoa dos Velhos viu seu feito sair das fronteiras da pequena cidade do interior do RN e ser notícia no país todo. Segundo a jovem, ela recebeu mensagens de pessoas de outros estados do Nordeste, como o Maranhão, e no Sudeste. Uma advogada do Rio de Janeiro a parabenizou via rede social.


Com a surpresa da nota em uma das matérias mais temidas do exame, um dos sonhos da garota de 20 anos é conseguir entrar em uma universidade. A sua preferência de curso está na parte da saúde, mais precisamente na medicina ou enfermagem. Mesmo assim, a estudante admite que está aberta para todas as áreas possíveis.


“Eu também gosto da parte de matemática, principalmente da engenharia. Na parte de ciências humanas também, tipo direito. O meu maior sonho é ser bem sucedida na profissão que eu escolher. Enfim, estou aberta a todas as possibilidades para fazer uma faculdade”, enumerou.

Caso consiga entrar na faculdade, Evely Lima será a primeira pessoa da família a ingressar no ensino superior. Somando as notas que tirou em Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática com a redação do Enem, a média geral da nota foi de 615,14. Apesar da nota não ser tão alta, a potiguar promete que não vai desistir do seu maior sonho.


“Desistir jamais. Eu estou aberta a várias universidades aqui do Rio Grande do Norte e ainda tem o Prouni, que eu vou esperar. Já tirei a minha primeira opção o curso de medicina, que é sempre tão concorrido e coloquei para enfermagem”, comentou. As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) se encerraram na última sexta-feira (18), às 23h59. O resultado da chamada única será divulgado em 22 de fevereiro.


Evely Lima estudou o ensino médio completo na Escola Estadual Prefeito João Evangelista Ribeiro, que fica em Lagoa dos Velhos, durante o caminho, ela teve dificuldades naturais de quem estuda no colégio público, mas sempre teve em mente que o seu esforço seria recompensado. 


“É igual a aquele ditado ‘a educação transforma o mundo’, principalmente para quem mora no interior, é muito difícil para pagarmos um cursinho, querendo ou não, fica difícil em relação à escola particular, mas vai no esforço de cada estudante. É que nem meus pais sempre disseram: ‘quer conseguir algum objetivo na vida, estuda’, relembrou a filha de uma dona de casa e de um agricultor de Lagoa dos Velhos.

Tribuna do Norte

Compartilhar em:

3 Comentários

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.