Com quem fica o espólio do PSD no RN?

O PSD já foi um partido grande no Rio Grande do Norte. E sempre se confundiu com a figura do presidente Robison Faria.

Depois das eleições municipais de 2016, por exemplo, o partido contabilizou 56 prefeitos dos 167 no Estado. 

Com a derrota de Faria em 2018, o reflexo veio nas urnas de 2020. A legenda contabilizou 15 prefeitos eleitos pelo partido de Gilberto Kassab.

Agora, com a saída do ex-governador Robinson Faria  anunciada ontem, fica a pergunta; para onde vai o espólio?

Leia-se um deputado federal, Fábio Faria  – que já anunciou marcha batida para o PP – três deputados estaduais Galeno Torquato, Jacó Jácome e Vivaldo Costa e 15 prefeitos? Sem falar no expressivo número de vereadores e vice-prefeitos.

Resposta: cada realidade se revelará de acordo com a definição do xadrez estadual.

É o caso da prefeita de Pau dos Ferros, Marianna Almeida, que já anunciou voto em Galeno para estadual, mas tem afinidade declarada com a Governadora Fatima Bezerra.

Dos três estaduais, apenas o deputado Galeno deve seguir a orientação de Faria para o Governo e presidência da República.

Até o dia 02 de abril,  movimentação deve continuar. Mesmo que não seja termômetro para o desfecho final do pleito.

Nunca demais lembrar que o PT de Fátima Bezerra (PT) só conta hoje com duas Prefeituras de todos os municípios do Rio Grande do Norte. E segue como a favorita em todas as pesquisas divulgadas.

Do Território Livre

Compartilhar em:

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.