Notícias

UPA ‘Geraldo de Souza’ comemora quatro anos de funcionamento

Foto: Daltro Emerenciano

Com celebração de uma missa em ação de graças com a presença de autoridades, (o prefeito José Figueiredo foi representado pelo vice-prefeito Joelmo Teles), deputada estadual Cristiane Dantas (filha do patrono da UPA,) servidores, usuários, seguido de um lanche, servido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) “Geraldo de Souza”, foi comemorado, nesta quarta-feira (6 de julho), quatro anos de funcionamento daquela unidade de saúde.

A UPA presta um serviço intermediário entre a atenção básica (Equipe de Saúde da Família (ESF)/Unidade Básica de Saúde (UBS) e as unidades hospitalares, funcionando em horário integral (24 horas), inclusive, nos fins de semana, como um novo modelo de atendimento e novo conceito em saúde pública.

Para o secretário Municipal de Saúde, Jefferson Oliveira, “Não é um trabalho fácil, os recursos são escassos, mas o prefeito sabe bem da importância da unidade para população afinal. somos o único atendimento de urgência e emergência da região, visto que o Pronto Socorro do Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros segue interditado. É uma luta diária, mas a administração municipal segue fazendo o melhor para manter a UPA em pleno funcionamento e atendendo não só os mipibuenses mas também os municípios vizinhos de Senador Georgino Avelino e Nísia Floresta,” disse.

A diretora da UPA, Maria Lima, agradeceu a presença de todos e mostrou as instalações da unidade mostrando e os trabalhos que são realizados. “Somos gratos pela UPA pois acompanhamos de perto todo trabalho, assistência e atendimento que é realizado. É difícil de imaginar o que seria de São José de Mipibu e região sem essa unidade de saúde. Gratidão é a palavra, uma administração compromissada com a saúde do seu povo faz a diferença”, enfatiza

Chuvas trazem águas para o Vale do Ararai e Trairi em São José de Mipibu

Rio Trairi, em São José de Mipibu -Foto: N.Lima M. Dantas Lima

Com as fortes chuvas caídas no Rio Grande do Norte, principalmente, na região Leste do estado, os rios que cortam o município de São José de Mipibu, tomaram bastante água, neste último fim de semana.

O rio Trairi que tem suas nascentes na Serra do Doutor, em terras dos municípios de Campo Redondo e Coronel Ezequiel, banhando no seu curso também os municípios de Santa Cruz, Tangará, Boa Saúde, Lagoa Salgada, Monte Alegre, São José de Mipibu e Nísia Floresta, desceu no último final de semana, com uma grande cheia.

Outro rio que também teve aumento em seu volume d’água foi o Ararai, que vem de Laranjeiras do Abdias, passando pela comunidades de Curral Novo e Ribeiro. No domingo, o rio não dava passagem entre a RN-317 e a comunidade de Curral Novo.

Veja fotos, enviadas por leitores e do Alerta:

Rio Trairi, na Fazenda Guaramiranga, na comunidade de Laranjeiras dos Cosmes – Foto: Nadja Ferreira
Foto: Cleber Carlos da Silva (‘Binho’)
Foto: Cleber Carlos da Silva (‘Binho’)
Foto: O Alerta
Vídeo do Rio Ararai – Entre as comunidades de Curral Novo e Sítio Buraco

Eleições de 2022: TSE divulga partilha do Fundo Eleitoral


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou a partilha dos R$ 4,9 bilhões do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), o Fundo Eleitoral, destinado às legendas para as Eleições Gerais de 2022. O maior Fundo Eleitoral da história foi dividido entre os 32 partidos políticos registrados no TSE. O União Brasil, PT, MDB são os partidos com maior quantia recebida.


O União Brasil, nascido da fusão entre Democratas e PSL, teve direito a mais de R$ 782 milhões. Já o PT recebeu pouco mais de R$ 503 milhões. O MDB teve direito a R$ 363 milhões. Além disso, o PSD recebeu R$ 349 milhões e o PP aproximadamente R$ 344 milhões. Juntas, essas cinco legendas respondem por 47,24% dos recursos distribuídos.

Veja quanto alguns partidos no Rio Grande do Norte, vão distribuir com seus pré-candidatos a deputado federal, nas eleições de outubro:

A direção nacional do MDB avisou aos atuais Deputados Federais que cada um deles teria R$ 2,5 milhões. Aqui no Rio Grande do Norte (RN), o ex-Senador Garibaldi Filho deve receber o teto máximo. Outros nomes fortes que o MDB deverá investir mais serão Dr. Pio X (Alto Oeste Potiguar) e Kamila Amorim, esposa do Deputado Estadual Dr. Bernardo Amorim (PSDB), que vem sendo fortalecida no Médio e Oeste Potiguar.

O PT da Governadora Fátima Bezerra, terá três fortes nomes para Deputado Federal: Natália Bonavides, Fernando Mineiro e Samanda Alves. Cada um deve ficar com R$ 2 milhões.

5G chegou ao Brasil nesta quarta (6); veja que muda com a nova tecnologia

O 5G chega ao Brasil nesta quarta-feira (6). Brasília (DF) é a primeira cidade do país a contar com a versão “pura” da tecnologia, que oferece mais velocidade. Até então, estava disponível somente o 5G DSS, versão mais limitada que é uma espécie de transição entre a quarta e a quinta geração da rede.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) diz que São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS) e João Pessoa (PB) receberão a tecnologia em uma segunda etapa, mas ainda não há uma data definida. O prazo para todas as capitais brasileiras receberem o 5G é 29 de setembro de 2022.

O que é o 5G?
É a nova geração de internet móvel, uma evolução da conexão 4G atual.

A promessa é que ela trará mais velocidade para baixar e enviar arquivos, reduzirá o tempo de resposta entre diferentes dispositivos e tornará as conexões mais estáveis.

Essa evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperada uma melhoria na conexão.

Do Blog Robson Pires

Prevenindo novos casos de Covid-19, Escola Francisco Barbosa tem aulas suspensas até sexta-feira

A direção da Escola Professor Francisco Barbosa, a maior da rede estadual de ensino em São José de Mipibu, decidiu suspender as aulas nos três turnos, depois de verificar a infecção de casos de Covid-19 em funcionários que trabalharam no estabelecimento, sem saber que estavam doentes. 

A suspensão das atividades letivas vai até a sexta-feira, 8 de julho. Até lá, a direção providenciará a desinfecção do prédio da escola e espera retomar as aulas na segunda-feira, 11. 

Do blog João Maria Freire

Só General Girão do RN vota com Bolsonaro contra Lei Aldir Blanc e Lei Paulo Gustavo

Plenário da Câmara repleto de artistas, empresários, produtores e secretários de Cultura para uma sessão do Congresso Nacional, que  derrubou, na noite desta terça-feira (5), os vetos do presidente Jair Bolsonaro à Lei Aldir Blanc 2 e à Lei Paulo Gustavo, ambas criadas para incentivar atividades culturais via estados e municípios.

Juntas, as duas proposições somam repasses iniciais de R$ 6,8 bilhões.

Lei Aldir Blanc 2

O veto relativo à Lei Aldir Blanc 2 foi rejeitado por 414 deputados federais. Trinta e nove quiseram mantê-lo, mas foram derrotados. Houve ainda duas abstenções.

No Senado, o placar foi unânime: 69 a 0.

Lei Paulo Gustavo

Já o veto presidencial sobre a Lei Paulo Gustavo foi derrubado por todos os 66 senadores que votaram.

Na Câmara, ainda houve divergência: 356 a 36.

No Rio Grande do Norte, apenas o deputado General Girão (PL) votou a favor do veto presidencial e CONTRA as leis, que fomentam a Cultura do país.

Fonte: Agência Senado

EXEMPLO: Mesmo sem convocação secretários municipais de Mossoró vão à Câmara prestar contas

Após questionamentos sobre obras e contratos da Prefeitura de Mossoró, o prefeito Allyson Bezerra determinou que os secretários de Infraestrutura e de Administração fossem à Câmara Municipal, mesmo sem convocação, para responder a perguntas dos vereadores.

O prefeito entende que a gestão tem que ter transparência e a ação já aconteceu na área da Saúde, quando a secretária da pasta também foi à Câmara sem ser convocada.

O prefeito chamou atenção para a falta de atenção da oposição: na prestação de contas espontânea da saúde, apenas um vereador da oposição esteve presente.

Paróquia presta contas e parabeniza Pastoral do Dízimo

A Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim, em São José de Mipibu vem a público de forma transparente, prestar contas sobre Dizimo (arrecadado na Igreja Matriz e nas capelas).

Segundo o pároco, padre José Lenilson, “nos dois anos de pandemia,  o Dizimo não caiu, pelo contrário, tivemos um crescimento de 9,45%, está de parabéns à Pastoral do Dizimo e gratidão a todos os Dizimistas”, externou.

“O testemunho e a ação pastoral são refletidos também nas doações dos fiéis.  Continuemos a rezar pela nossa (dos pastores e dos fiéis  leigos) fidelidade e perseverança”, declarou. 

Planilha abaixo

E agora, como fica a cabeça do bolsominion que passou 4 anos chamando a Rede Globo de Globolixo???

Globo Lixo: bolsonarismo vai comer no prato em que cuspiu

Assistir televisão escondido já foi sina da intelectualidade brasileira. Chacrinha, que virou cult agora, fazia muita gente revirar os olhos. Mas nem por isso o pessoal deixava de ver o programa. Era comum ouvir comentários elitistas asquerosos que começavam com “estava passando na porta do quarto da minha empregada quando vi a cena tal no Chacrinha”. Obviamente era para condenar o programa. E a cena durava mais ou menos uma hora.

Nos últimos anos, é a paquita de populistas quem vê novelas escondida. Foi no governo Lula que começou a moda da militância atacar equipes de televisão, o que foi minimizado pela própria imprensa. Vigorava a máxima que “repórter não é notícia”. Mas é impossível negar que ninguém encarnou a cruzada contra a Rede Globo e a imprensa em geral de forma tão perfeita quanto Jair Bolsonaro. Obviamente foi mais no discurso que na prática. Para os militantes, no entanto, pouco importou adotar uma palavra de ordem similar a “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”, entoada pelo petismo. A hashtag #GloboLixo virou um hit da militância bolsonarista.

É um momento em que as críticas extrapolaram o jornalismo em si que, para os militantes, tem como único objetivo desqualificar o presidente da República. Para parte deste público, as novelas também são uma tentativa de impor costumes que seriam um plano de destruição da família. Depois, o conceito foi extrapolado para programas de auditório e reality shows. Pode parecer uma narrativa surreal destinada a pessoas completamente desconectadas da realidade. Fosse tão simples assim, não haveria tanta gente que embarca nela.

A narrativa funciona bem porque realmente há um distanciamento entre o que pensa o povo, que é conservador, e o que pensa a maioria da elite da comunicação, que é progressista. O petismo tratou a mídia golpista pela óptica da luta de classes. Seriam agentes das elites brasileiras tentando manter intactos os privilégios dos donos do poder. Entre eles, obviamente, não estavam os petistas, que seriam único elo direto com os desejos do povo. Funciona bem e realmente foi efetivo com a militância, mas não é tão figadal. Tem ainda a desvantagem de manter a narrativa restrita ao departamento de jornalismo e não ao projeto de comunicação como um todo.

O bolsonarismo conseguiu encaixar essa diferença de visão de mundo na pauta política, convertendo cada crítica ao governo em uma ameaça velada aos valores mais caros ao cidadão comum. Diante da realidade desastrosa da economia e de um teto de votação que parece empacado, o presidente resolve dobrar o investimento na Globo, na Globo Lixo. Vai obrigar o bolsonarista a comer no prato em que cuspiu esses anos todos. Para muitas pessoas, investimento governamental quer dizer noticiário favorável. Pode ser assim em alguns casos, mas não é em todos, para desespero dos políticos.

De qualquer forma, diante do perigo de não ir ao segundo turno, vale a pena decepcionar a militância que é fiel e vai engolir seco. Jair Bolsonaro precisa mostrar realizações a um público que mal tem contato com os blogueiros de aluguel ou as correntes de whatsapp que o idolatram como se fosse a salvação do mundo. Inserções de propaganda oficial são uma forma de mostrar que algo vem sendo feito.

Se o noticiário vai mostrar os desmandos do governo, no meio da novela haverá filmetes mostrando alguma realização. Comentaristas continuarão fazendo suas análises políticas e econômicas mas, no meio do futebol, uma propaganda falará de alguma realização do governo federal.

Parece pouco, mas é muita coisa para quem tem diante de si um inimigo implacável, a realidade econômica.

Madeleine Lacsko – UOL

Caso de morte por engasgo reforça necessidade de ensino de primeiros socorros em escolas do RN

A morte de uma menina de um ano vítima de engasgo numa creche no Rio de Janeiro, que repercutiu em todo o Brasil na última semana, traz um alerta para a necessidade de instituições que acolhem crianças estarem prontas para prestarem primeiros socorros.

Segundo o deputado estadual Hermano Morais (PV), autor de uma legislação estadual que determina a obrigatoriedade desse preparo. A lei em questão é a 10.918, sancionada em 2021, que cria o programa “Lições de Primeiros Socorros”, nos estabelecimentos das redes pública e privada de ensino de educação básica do Estado.

O parlamentar diz que o programa tem por objetivo capacitar professores e funcionários das escolas e creches para identificar e agir preventivamente em situações de emergência e urgência médicas, até que o suporte médico especializado, local ou remoto, se torne possível.

“Essa iniciativa encontra respaldo na Lei Lucas, que é federal, e já existe em outros estados do país, a exemplo de São Paulo. O ensino de primeiros socorros garante uma maior segurança em situações de emergências e precisa ser implementado urgentemente no Rio Grande do Norte. A sanção acaba de completar um ano, já que ocorreu em junho do ano passado, mas ainda não ocorreu a sua efetivação”, conta Hermano.

Dados do Ministério da Saúde mostram que mais de 110 mil crianças e adolescentes de até 14 anos são hospitalizados no Brasil em razão de acidentes domésticos ou escolares. Outros 3,6 mil morrem anualmente pela mesma causa.

Maria Thereza faleceu em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro, por asfixia provocada por um pedaço de maçã. João Valentim dos Santos Netos, delegado da Polícia Civil, aponta que o caso não é tratado como acidente e sim como negligência. “Houve uma baixa qualidade no atendimento. Se tivesse sido prestado um socorro rápido, eficiente, isso com certeza aumentaria as chances de vida da menina”, disse ele.

A legislação potiguar entrou em vigor ainda em 2021, seis meses após a publicação da sua sanção. A regulamentação ainda não foi publicada pelo Governo. Orientações a pais e alunos também estão previstas no escopo da lei, que abrange as comunidades escolares tanto da Educação Infantil quanto dos ensinos Fundamental e Médio.