Artesãs de São José de Mipibu participam do 14º Salão do Artesanato que reúne obras de 500 artistas em Brasília

Carminha e sua filha Cláudia Porfírio expondo seus trabalhos no 14º Salão do Artesanato, em Brasília Foto: Cedida

Cerca de 500 artesãos de 23 estados do Brasil expõem trabalhos no 14º Salão do Artesanato, que começou nesta quarta-feira (27). O evento ocorre na área externa do Pátio Brasil Shopping e vai até 31 de outubro.

Arte, saberes, cultura e tradição se unem mais uma vez para apresentar a diversidade da produção artesanal brasileira no 14º Salão do Artesanato De 27 a 31 de outubro de 2021, na Arena de Eventos do Pátio Brasil Shopping, aproximadamente 500 artesãos de 23 unidades da federação se reúnem para um dos maiores eventos do País. A mostra ficará aberta à visitação do público das 10h às 22h, com entrada franca.

“O14º Salão do Artesanato apresenta o trabalho de artesãos selecionados regionalmente por meio do PAB – Programa do Artesanato Brasileiro. São artesãos vindos de todos os estados da Federação. Sob o tema “Raízes Brasileiras”, estão em Brasília artesãos de todos os estados”, diz Domingos, Técnico de Artesanato do Proart – Programa de Artesanato do RN, que tem sob a Coordenação Estadual do Proart, Graça Leal”.

E acrescenta: “Para os organizadores, a ideia é “valorizar os traços da cultura popular na arte feita pelos artesãos”. O Salão apresenta estandes com os trabalhos de artesãos de diferentes estados, a tradicional Praça dos Mestres , uma inédita Rodada de Negócios e muito mais. Destaque para a ambientação, pensada para conjugar artesanato, arquitetura e design, mostrando todo o requinte da arte feita manualmente.

Para Domingos, “Além de comprar e conhecer o trabalho de artistas de todo o país, os visitantes podem acompanhar a produção de novas obras, confeccionadas no local, destacando obras de grandes nomes o artesanato no Brasil, inclusive, uma peça confeccionada por dona Carminha, artesã de São José de Mipibu”.

MESTRES ARTESÃOS

Além de expor e comercializar produtos, profissionais de grande destaque nos diversos estados brasileiros ocuparão um espaço de prestígio: a Praça dos Mestres. O ambiente vai servir de palco para mestres artesãos produzirem ao vivo suas peças e produtos, conversarem com os visitantes e até explicarem seu processo de trabalho.

Artesã mipibuense, Maria do Carmo (Carminha) demonstrando suas habilidades com cerâmica de barro Foto: Cedida

Rodada de negócios

Para os empreendedores, a 14ª edição do evento terá um espaço chamado de “Rodada de Negócios” – que vai funcionar, de modo presencial e online – onde os artesãos negociam os trabalhos com lojistas nacionais e internacionais.

Segundo os organizadores, a ideia é “tirar o artesão do seu lugar de criação e colocá-lo frente a frente com lojistas que vão ser o canal para que o produto chegue a consumidores de diferentes cantos do país”. Essa parte do evento é exclusiva para expositores e lojistas.

O Salão do Artesanato tem o patrocínio do Sebrae e do BRB, conta com o apoio Institucional do Programa do Artesanato Brasileiro/ Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade – SEPEC/Ministério da Economia.

Compartilhar em:

4 Comentários

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.