AGN anuncia linha de crédito voltada a negócios de impacto social

A Agência de Fomento do RN iniciou o processo de análise de viabilidade técnica e estudos de execução para criação de uma nova linha de crédito voltada para negócios de impacto social. A iniciativa foi anunciada nesta quinta-feira (31), durante o evento Fomento em Rede – Encontro de capacitação para colaboradores e parceiros do programa Microcrédito do Empreendedor.

A iniciativa coloca a instituição financeira de desenvolvimento como uma pioneira na criação de um produto de crédito voltado para esse perfil de empreendimentos encabeçados por empresas, organizações da sociedade civil de interesse público (Oscip’s), cooperativas e associações que desenvolvem projetos de produção que geram benefícios sociais e ambientais para apoiar iniciativas sustentáveis.

As linhas gerais do novo produto de crédito estão sendo elaborados e a divulgação das condições de financiamento, formas de contratação e especificidades dos negócios a serem atendidos serão divulgados em detalhes logo após a formulação. A diretora-presidente da AGN, Márcia Maia, destacou o comitê criado no governo da professora Fátima Bezerra, o qual a instituição integra, e que atua dentro da proposta de estimular iniciativas pautadas e conectadas com os objetivos do desenvolvimento sustentável.

“Assim, criamos um instrumento de crédito com o objetivo é apoiar e estimular empresas que promovam um ambiente saudável para as futuras gerações dentro do conceito da sustentabilidade, empresas que tenham em seus estatutos a vinculação aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas”, afirmou Márcia.

“Em nosso Governo, avançamos muito na oferta de crédito a quem trabalha e produz. O nosso protagonismo se traduz em dados concretos como os mais de R$ 34 milhões em créditos liberados, mais de 20 mil operações realizadas”, afirmou, para acrescentar que isso é resultado de uma gestão técnica e competente que democratiza o acesso ao crédito para quem mais precisa. O Microcrédito dá esperança, dignidade, trabalho e renda às pessoas. Promove a cidadania e faz crescer a economia. O Rio Grande do Norte está no rumo certo, com mais oportunidades, inclusão, emprego e renda para todos”, declarou a governadora.

Capacitação

O anúncio foi realizado para uma plateia de facilitadores responsáveis pela orientação e captação de empreendedores do programa Microcrédito, bem como, representantes de entidades parceiras, como Câmaras de Dirigentes Lojistas, Prefeituras, Câmaras Municipais, Sindicatos, Associações, além de secretarias estaduais que atuam em parceria técnica com a instituição financeira de desenvolvimento potiguar.

O encontro capacitou colaboradores, facilitadores e parceiros que atuam no Microcrédito do Empreendedor, principal programa de crédito da instituição que atende segmentos da agricultura familiar, artesanato, comércio, cultura, economia solidária, indústria, juventude, pesca, transporte escolar e turismo.

Balanço

O programa Microcrédito do Empreendedor já atendeu em pouco mais de três anos grande parte dos mais de 20,4 mil empreendedores beneficiados com um volume de recursos que alcançou a marca de quase R$ 85 milhões injetados na economia do estado. O crédito da AGN está presente, hoje, nos 167 municípios do RN.

De três setores da economia inicialmente, o Microcrédito passou a operar financiamentos voltados para pequenos empreendedores com linhas denominadas ProPesca, CredJovem – destinada à Juventude Empreendedora; CredSolidário – destinada à Economia Solidária; ProCultura, destinada ao setor Cultural; e CredMais Agricultura Familiar, destinada aos produtores da agricultura familiar e da pesca artesanal.

“Nosso trabalho é aperfeiçoado a cada dia e agora nossas ações serão vinculadas aos critérios da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) que estabelece 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (0DS), a serem cumpridos por entidades públicas, organizações sociais, empresas e sociedade civil para um futuro sustentável. Continuamos buscando alternativas para democratizar ainda mais o crédito e impulsionar o desenvolvimento. Para isso, vamos a todos os municípios levar oportunidades aos pequenos empreendedores”, destacou.

Compartilhar em:

1 comentário

Entre na discussão!

Fique tranquilo, seu email está seguro.