Jornalismo com ética e coragem para mostrar a verdade.

junho 11, 2021

À PF, Moro afirma que sabia da existência do ‘gabinete do ódio’

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública disse que Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud eram nomes relacionados à estrutura.

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública disse que Carlos Bolsonaro e Tercio Arnaud eram nomes relacionados à estrutura.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro afirmou em depoimento à PF (Polícia Federal) que tomou conhecimento da existência do 'gabinete do ódio' , organização voltada a atacar oponentes do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Moro disse que havia comentários correntes de pessoas de dentro do governo da existência do gabinete do ódio e que diversos funcionários do governo federal relatavam sobre a organização, mas que não tratava do assunto enquanto ministro.

3 respostas para “À PF, Moro afirma que sabia da existência do ‘gabinete do ódio’”

  1. Santiago Nunes Dos Santos Filho disse:

    Era coninvente.

  2. Terezinha Tomaz disse:

    Sabia de tudo e ficava calado, conivente com tudo!

  3. Didi Avelino disse:

    O currículo desse sujeito vai assumindo um perfil dos mais comprometidos com toda a tragédia que se abateu sobre o país. Contudo, como o nosso país é a “pátria da impunidade”, provavelmente, sairá incólume, apesar das barbaridades jurídicas e administrativas que cometeu. Lamentável !